0 Compartilhamentos 186 Views

Crie cofres seguros e proteja seus dados com o Steganos Safe 17

9 de maio de 2016

A segurança dos dados que armazenamos deve ser alta. Sempre. Dados e informações diversos de nossa empresa. De nossos escritórios. Nossos dados pessoais. Nossos documentos, nossas fotos e vídeos. Tudo aquilo que nos é caro e que, certamente, vale muito mais que nossos computadores, que nossas máquinas.

Devemos sempre contar com políticas de backup sólidas, bem estruturadas, e, além disso, devemos garantir que todas as cópias de segurança de nossas informações estão seguras, armazenadas em locais confiáveis e à salvo de quaisquer contratempos.

Confira abaixo, também, algumas ferramentas de backup gratuitas e muito bacanas:

Quando falamos a respeito de backups, além disso, é sempre importante nos lembrarmos da famosa “regra 3-2-1”. De acordo com a mesma, devemos sempre manter no mínimo:

  • 3 (três) backups, armazenados em:
  • 2 (duas) mídias e/ou locais diferentes, sendo que:
  • 1 (um) deles deve permanecer off-site, em algum local de armazenamento externo (na nuvem, por exemplo).

Entretanto, garantir que pessoas não autorizadas jamais obtenham acesso aos seus dados, inclusive caso algum tipo de desastre aconteça (um roubo, por exemplo, após o qual seus computadores e/ou servidores acabaram caindo nas mãos de bandidos), além disso, é também imprescindível. Utilizar criptografia é altamente recomendável, e você deve contar sempre com ferramentas que ofereçam tal tecnologia.

Cofres seguros com o Steganos Safe 17

A Steganos é uma empresa alemã especializada em tecnologias voltadas à segurança de dados e à privacidade. Fundada em 1996 por Fabian Hansmann e Gabriel Yoran, a empresa também faz parte do “Microsoft Partner Program“, e uma de suas soluções de segurança é o Steganos Safe, o qual está atualmente na versão 17.

Steganos Safe 17

Trata-se de um software capaz de proteger qualquer tipo de informação em cofres seguros, os quais utilizam criptografia AES-XEX de 384 bits e aceleração de hardware AES-NI (Advanced Encryption Standard – New Instructions). O método AES-NI é uma evolução do AES, vale ressaltar. Um aprimoramento, introduzido a partir dos processadores das famílias Xeon e Core, da Intel, e ele acelera o processo de criptografia ao mesmo tempo em que garante mais segurança.

O Steganos Safe 17, além disso, é um aplicativo de utilização extremamente simples, localizado em vários idiomas, incluindo português do Brasil, alemão e espanhol, além do inglês, é claro. Com ele, o usuário pode criar cofres (ou “Safes”) totalmente seguros.

Em tais cofres, é possível, então, adicionar qualquer tipo de informação e/ou dados: planilhas do Excel, documentos do Word, apresentações, bancos de dados, imagens, fotografias, vídeos, e o que mais precisar ser protegido.

Steganos Safe 17

Tais cofres (arquivos com extensão .SLE) são criados como unidades de disco normais, e é possível criá-los, por exemplo, em um HDD normal, em um SSD, em HDs externos, em pendrives e até mesmo em serviços de armazenamento na nuvem, como Dropbox, OneDrive, Google Drive, Tresorit, etc, sendo que o aplicativo da empresa alemã ainda cuida de toda a sincronização, sem problemas e/ou dificuldades.

Letras são atribuídas a cada cofre, além disso. Eles se transformam automaticamente em unidades do sistema. Pense neles como unidades de disco adicionais. Como unidades, entretanto, totalmente protegidas, seguras ao extremo, que somente você conseguirá acessar.

Cada cofre seguro criado com o Steganos Safe 17 pode possuir até 2TB (o usuário define o tamanho durante a criação), e eles também podem ser mantidos ocultos, para maior segurança e/ou privacidade (inclusive disfarçados como arquivos de áudio, vídeo ou até mesmo executáveis). Os cofres, ou “Safes”, armazenam os dados utilizando criptografia AES-XEX de 384 bits (veja acima). Ninguém conseguirá acessá-los, exceto você (e desde que você se lembre da senha utilizada no momento da criação de cada um deles).

Steganos Safe 17

Uma ferramenta de geração de senhas seguras, fortes, também pode ser utilizada durante a criação dos cofres, e há também a possibilidade de utilizar um teclado seguro, bastante similar àqueles fornecidos por diversos antivírus e suítes de segurança (o programa também vai fornecendo detalhes a respeito da qualidade da senha conforme esta é digitada, vale ressaltar).

O funcionamento dos cofres criados com o Steganos Safe é extremamente simples. Eles operam como discos rígidos normais, por exemplo. Realizada sua abertura, através do próprio aplicativo, o usuário pode simplesmente copiar e colar documentos ali dentro. A criptografia de todas as informações, além disso, acontece automaticamente.

Quaisquer tipos de arquivos são suportados, portanto, pense realmente nos “Safes” do Steganos como unidades protegidas, à prova de roubos, invasões, hackers e outras pragas eletrônicas; dispositivos externos (como pendrives) também podem ser utilizados para o armazenamento de cofres locais, vale ressaltar.

Steganos Safe 17

Antes da abertura, além disso, as letras das respectivas unidades permanecem ocultas, o que também ajuda a evitar olhares curiosos (não que alguém vá conseguir quebrar a segurança dos cofres já criados, obviamente).

E tão logo um cofre do Steganos é fechado por seu proprietário, a respectiva unidade desaparece do sistema operacional, voltando a reaparecer, logicamente, apenas quando a pessoa resolve acessá-la novamente (e apenas após a inserção da senha correta).

Steganos Safe 17

Obs: vale também lembrar que é o próprio usuário quem define a letra da unidade protegida, de acordo com as disponíveis, obviamente (seus HDs, internos ou externos, SSDs, drives diversos e até mesmo pendrives conectados permanecem intocados, inalterados.

A liberdade conferida ao usuário também é grande, e este pode alterar os nomes e a localização dos “Safes”, além do tamanho: imagine que você criou um cofre com 1GB e ao longo do tempo percebe que precisa de mais espaço: é bastante simples especificar um novo tamanho para o cofre/unidade protegida. Também é possível realizar a exclusão das unidades protegidas (também apenas após a informação da senha de abertura correta, é claro).

E para os paranoicos de plantão, ainda é possível criar cofres dentro de cofres. Ou seja, você criará um cofre criptografado dentro de outro, através do Steganos Safe 17.

Steganos Safe 17

E com o recurso PicPass, além disso, é possível especificar imagens ou símbolos que funcionarão como senhas, no momento de abertura dos “Safes”. Durante o wizard, o usuário selecionará determinadas imagens e também a ordem desejada, sendo que tudo isto deverá ser repetido exatamente da mesma maneira sempre que for necessário acessar os dados (cada sequência de imagens também gera uma senha numérica pelo Steganos, a qual pode ser visualizada de maneira segura pelo usuário – a partir daí, este decide se deseja abrir o cofre através da digitação ou da seleção de imagens).

Steganos Safe 17Finalizando

O aplicativo ainda oferece opções de comportamento bastante interessantes, as quais o usuário pode inclusive alterar conforme suas necessidades. É possível especificar “se” e “como” determinados cofres devem ser abertos assim que o Windows é iniciado, e também se os “Safes” devem ser fechados/bloqueados assim que a máquina entrar em hibernação (ou então quando a proteção de tela entrar em atividade).

Atalhos para os cofres também são criados automaticamente pelo Steganos Safe na área de trabalho, assim que as áreas protegidas são abertas, e um detalhe bem interessante aqui é que eles são removidos do desktop tão logo as unidades seguras sejam fechadas (ou no caso do software ser encerrado).

De maneira similar ao que ocorre com um aplicativo de backup, os cofres do Steganos também podem ser configurados para executar outros aplicativos tão logo sejam abertos ou fechados (um scan sob demanda de algum antivírus, por exemplo), e atalhos de teclado podem ser também definidos, para que o prompt de inserção das senhas de abertura apareça.

O programa também é capaz, vale lembrar, de criar cofres seguros em unidades de armazenamento externas (HDs externos, pendrives, etc), e cofres portáteis podem ser criados, fácil e rapidamente. Os “Safes” portáteis, portanto, podem ser criados de maneira tal a serem carregados sempre com o usuário, para que possam ser usados em qualquer computador. E tudo isto se dá através de práticos wizards que guiam o usuário através de todas as etapas (valendo também ressaltar que o software é extremamente user friendly).

O Steganos Safe 17 custa R$ 99,90, a licença permite que o usuário o utilize em até 5 (cinco) dispositivos, e também existe uma versão demonstrativa, válida por 30 (trinta) dias. O software roda nas seguintes versões do Windows: 10, 8.1, 8, 7, Vista e XP.

Você pode se interessar

TypeScript // Dicionário do Programador
Vídeos
1,655 compartilhamentos6,807 visualizações
Vídeos
1,655 compartilhamentos6,807 visualizações

TypeScript // Dicionário do Programador

Thais Cardoso de Mello - 18 de março de 2019

TypeScript é o termo falado nesse Dicionário do Programador, conheça mais sobre o assunto.

Promoções de Jogos do Final de Semana (15/03)
Notícias
9 visualizações
Notícias
9 visualizações

Promoções de Jogos do Final de Semana (15/03)

Carlos L. A. da Silva - 15 de março de 2019

Confira as melhores ofertas de jogos de PC para o final de semana.

Mega Bate-Papo com o Programador BR (feat. Igor Oliveira) // CDF Entrevista
Vídeos
1,655 compartilhamentos6,811 visualizações
Vídeos
1,655 compartilhamentos6,811 visualizações

Mega Bate-Papo com o Programador BR (feat. Igor Oliveira) // CDF Entrevista

Thais Cardoso de Mello - 14 de março de 2019

Batemos um papo muito divertido e informativo com o Igor Oliveira (do canal Programador BR).

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Mais publicações

World Wide Web completa 30 anos!
Notícias
11 visualizações
11 visualizações

World Wide Web completa 30 anos!

Carlos L. A. da Silva - 12 de março de 2019
Ada Lovelace: o cérebro que nunca morre
Artigos
132 visualizações1
132 visualizações1

Ada Lovelace: o cérebro que nunca morre

Carlos L. A. da Silva - 12 de março de 2019
Scrum // Dicionário do Programador
Vídeos
13 visualizações
13 visualizações

Scrum // Dicionário do Programador

Thais Cardoso de Mello - 11 de março de 2019