0 Compartilhamentos 475 Views

Acadêmico de Oxford também teme as Inteligências Artificiais

O Doutor Stuart Armstrong da Universidade de Oxford emitiu um alerta contra o avanço das Inteligências Artificiais essa semana. Sua visão de futuro é preocupante.

Armstrong faz parte do Future of Humanity Institute, participou de uma palestra organizada pelo Gartner em Londres e garante que há um risco real da raça humana se tornar redundante e dispensável diante da ascensão dos robôs se não forem tomadas medidas preventivas.

Ele acredita que esse momento de ruptura pode acontecer mais cedo do que se imagina: “nós estamos quase no ponto de gerarmos uma IA que é tão inteligente quanto os humanos”. Um dos riscos desse avanço é o surgimento de uma Artificial General Intelligence (AGI), quando diferentes sistemas inteligentes se interligam sem a interferência humana para formar uma inteligência coletiva superior.

Armstrong recomenda que sejam criadas limitações bastante específicas para prevenir que tal AGI seja prejudicial à espécie humana. Ao contrário de Steve Wozniak, ele não defende a ideia de que os robôs inerentemente saberão que os humanos são necessários.

Por exemplo, ele imagina que se a Inteligência Artificial for instruída a “prevenir o sofrimento humano”, a conclusão lógica que a AGI pode chegar é exterminar a humanidade e, consequentemente, todo o sofrimento. Em contrapartida, se as instruções especificarem para “manter os humanos seguros e felizes”, a AGI pode concluir que a melhor solução é aprisionar cada ser humano em um caixão de concreto com doses de heroína distribuídas por via intravenosa.

Em seu livro Smarter Than Us: The Rise of Machine Intelligence, o acadêmico sugere que “planos para uma AI segura devem ser desenvolvidos antes da primeira AI perigosa ser criada”. Ele aponta que a melhor solução seria incutir um código de moral nos supercomputadores antes que seja tarde demais.

Entretanto, como ele mesmo aponta, a Humanidade teve milhares de anos para desenvolver o conceito de moralidade e este ainda está sendo debatido e longe de ser aplicado no dia-a-dia. Por fim, o cientista desabafa: “nós seríamos péssimos exemplos para as AIs”.

Carregando...

Você pode se interessar

As melhores extensões gratuitas para Visual Studio 2022
Artigos
47 visualizações
Artigos
47 visualizações

As melhores extensões gratuitas para Visual Studio 2022

Carlos L. A. da Silva - 20 de janeiro de 2022

Comece o ano com a melhor ferramenta para complementar seu trabalho!

Conhecendo Svelte
Artigos
240 visualizações
Artigos
240 visualizações

Conhecendo Svelte

Carlos L. A. da Silva - 6 de janeiro de 2022

Svelte, React ou Vue? O especialista Josh Collinsworth disserta sobre a solução em seus mínimos detalhes.

Petrobras abre concurso com 757 vagas de nível superior
Artigos
291 visualizações
Artigos
291 visualizações

Petrobras abre concurso com 757 vagas de nível superior

Redação - 30 de dezembro de 2021

Há vagas para cientistas de dados, engenheiros e analistas de sistemas entre outras carreiras. As inscrições permanecerão abertas até o dia 05 de janeiro de 2022.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Mais publicações

A história da imagem mais antiga da internet
Artigos
330 visualizações
330 visualizações

A história da imagem mais antiga da internet

Carlos L. A. da Silva - 28 de dezembro de 2021
Coreia do Sul no mapa dos jogos
Artigos
329 visualizações
329 visualizações

Coreia do Sul no mapa dos jogos

Carlos L. A. da Silva - 22 de dezembro de 2021
Rust é o futuro da infraestrutura JavaScript
Artigos
623 visualizações
623 visualizações

Rust é o futuro da infraestrutura JavaScript

Carlos L. A. da Silva - 6 de dezembro de 2021
Influenciadores digitais que não existem
Artigos
612 visualizações
612 visualizações

Influenciadores digitais que não existem

Carlos L. A. da Silva - 2 de dezembro de 2021