0 Compartilhamentos 346 Views

Ataque do “Petya” não seria um ransomware

O pesquisador de segurança Matt Suiche, fundador da empresa Comae, alega que a epidemia do suposto Petya que se espalha desde ontem não é um ataque de ransomware tradicional.

De acordo com Suiche, uma análise do código do vírus revela que ele nunca teve a habilidade de descriptografar os arquivos sequestrados e foi projetado na verdade para causar destruição.

“Nós podemos ver que a versão atual do Petya claramente foi reescrita para ser um exterminador e não um ransomware autêntico”, escreveu o analista de segurança. E explica: “o objetivo de um wiper é destruir e danificar. O objetivo de um ransomware é fazer dinheiro. Diferentes intenções. Diferentes motivos. Diferentes narrativas”. Para ele, o pedido de resgate é apenas um engodo para desviar a atenção de seus verdadeiros alvos: sabotar a infraestrutura da Ucrânia em uma operação de guerra eletrônica.

O pesquisador sustenta que o país do Leste Europeu está sendo alvo de uma enxurrada de incidentes que podem ser ligados à ação de grupos que seriam patrocinados pela vizinha Rússia, motivada por disputas territoriais. Não por acaso, a nova versão do Petya iniciou seus ataques pela Ucrânia, onde causou o maior número de empresas e entidades atingidas, e também não por acaso utiliza o atualizador de um popular programa ucraniano como um de seus vetores de infecção.

Entretanto, Suiche não explica como a epidemia desta terça-feira se alastrou para tantos países. Um levantamento realizado pela Microsoft hoje aponta que o Petya/NotPetya teria feito vítimas em 64 nações, incluindo a própria Rússia.

Carregando...

Você pode se interessar

15 ferramentas de desenvolvimento para melhorar sua produtividade em 2021 sem gastar nada
Artigos
109 visualizações
Artigos
109 visualizações

15 ferramentas de desenvolvimento para melhorar sua produtividade em 2021 sem gastar nada

Carlos L. A. da Silva - 2 de abril de 2021

O cenário de desenvolvimento está em constante mudança e muitas vezes uma ferramenta nova pode agilizar muito seu trabalho.

A tecnologia por trás do deep fake de Deep Nostalgia
Artigos
111 visualizações
Artigos
111 visualizações

A tecnologia por trás do deep fake de Deep Nostalgia

Carlos L. A. da Silva - 22 de março de 2021

Serviço do My Heritage permite "animar" fotos do passado, trazendo vida para seus antepassados. Como isso é possível?

Como se tornar um Engenheiro DevOps em 2021
Artigos
107 visualizações
Artigos
107 visualizações

Como se tornar um Engenheiro DevOps em 2021

Carlos L. A. da Silva - 1 de março de 2021

A consultora de DevOps e evangelista Nana Janashia apresenta um passo a passo de tudo que você precisa saber para dominar o DevOps em 2021.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Mais publicações

Seus dados vazaram. E agora?
Artigos
85 visualizações
85 visualizações

Seus dados vazaram. E agora?

Carlos L. A. da Silva - 19 de fevereiro de 2021
Entendendo o elemento time em HTML 5
Artigos
100 visualizações
100 visualizações

Entendendo o elemento time em HTML 5

Carlos L. A. da Silva - 5 de fevereiro de 2021
Como cortar texto sem usar uma linha de script
Dicas
98 visualizações
98 visualizações

Como cortar texto sem usar uma linha de script

Carlos L. A. da Silva - 11 de janeiro de 2021