0 Compartilhamentos 484 Views

Confira detalhes do YouTube Music Key, serviço de streaming de música do Google

19 de agosto de 2014

Enquanto algumas empresas insistem em ir pelo caminho oposto (mas ainda assim vantajoso para muitas pessoas) no que diz respeito à oferta de música, o Google pretende seguir o mesmo caminho de serviços de streaming já estabelecidos e fortes, como Spotify, Deezer e Rdio.

Já há algum tempo ouvimos falar na intenção da gigante de Mountain View de criar um serviço de streaming de música. E hoje maiores detalhes vieram à tona: o serviço se chamará “YouTube Music Key” e será baseado também no Youtube. O google também renomeará o “Google Play Music All Access”, o qual passará a se chamar “Google Play Music Key”, em uma clara referência ao novo serviço.

No “YouTube Music Key” os usuários terão acesso ilimitado e livre de propagandas a um conjunto de recursos que também englobará o “Google Play Music Key”. O google já teria adicionado mais de 20 milhões de faixas, e a assinatura mensal do serviço custará Us$ 9,99, ou mais ou menos R$ 22,57 (com um período de testes de 30 dias).

Através do “YouTube Music Key”, também será possível, se assim desejarmos, ouvirmos apenas o áudio dos vídeos do Youtube. Mas teremos também um catálogo bastante variado, o qual muito provavelmente contará também com shows, vídeos e materiais semelhantes. Haverá também suporte a modo offline e a reprodução em segundo plano.

YouTube Music Key

O Google certamente fará muito barulho quando lançar oficialmente o “YouTube Music Key”. Se pararmos para pensar na enorme quantidade de material já presente no Youtube e na maneira como poderemos lidar com tudo isto, tudo fica mais interessante ainda.

São mencionadas sugestões baseadas não somente naquilo que ouvimos, mas também naquilo que assistimos. O Google, além disso, fará uso do gigantesco conteúdo do Youtube em seu serviço de streaming (e temos de convir que na grande maioria dos casos questões relativas a licenciamento não serão um problema – afinal, dinheiro não faltará, e o negócio será grande e atraente o suficiente para cativar gravadoras, artistas e criadores de conteúdo, é o que supomos).

Já existem indícios de alguns pequenos problemas, porém, principalmente com relação a pequenos selos independentes: mas tenho certeza de que o tempo (além do dinheiro e de um pouco de conversa) resolverá tudo.

União entre áudio e vídeo, em uma plataforma que, pelo que tudo indica, tem tudo para concorrer de igual para igual (ou até mesmo superar, dentro de pouco tempo) a concorrência. Se isto é bom ou ruim, não sabemos ainda. Mas pelo menos temos a certeza de que a concorrência terá de se esforçar bastante para cativar seus clientes.

Ainda não se sabe quando o “YouTube Music Key” será lançado, mas ele já parece bastante tentador.

Carregando...

Você pode se interessar

Conhecendo Svelte
Artigos
200 visualizações
Artigos
200 visualizações

Conhecendo Svelte

Carlos L. A. da Silva - 6 de janeiro de 2022

Svelte, React ou Vue? O especialista Josh Collinsworth disserta sobre a solução em seus mínimos detalhes.

Petrobras abre concurso com 757 vagas de nível superior
Artigos
250 visualizações
Artigos
250 visualizações

Petrobras abre concurso com 757 vagas de nível superior

Redação - 30 de dezembro de 2021

Há vagas para cientistas de dados, engenheiros e analistas de sistemas entre outras carreiras. As inscrições permanecerão abertas até o dia 05 de janeiro de 2022.

A história da imagem mais antiga da internet
Artigos
284 visualizações
Artigos
284 visualizações

A história da imagem mais antiga da internet

Carlos L. A. da Silva - 28 de dezembro de 2021

Lena Sjooblom saiu da página central da Playboy para se tornar um ícone dos engenheiros de imagens.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Mais publicações

Coreia do Sul no mapa dos jogos
Artigos
295 visualizações
295 visualizações

Coreia do Sul no mapa dos jogos

Carlos L. A. da Silva - 22 de dezembro de 2021
Rust é o futuro da infraestrutura JavaScript
Artigos
581 visualizações
581 visualizações

Rust é o futuro da infraestrutura JavaScript

Carlos L. A. da Silva - 6 de dezembro de 2021
Influenciadores digitais que não existem
Artigos
571 visualizações
571 visualizações

Influenciadores digitais que não existem

Carlos L. A. da Silva - 2 de dezembro de 2021