0 Compartilhamentos 470 Views

Golpes virtuais usam falsos vídeos no Facebook para infectar usuários brasileiros

A empresa de segurança ESET identificou uma campanha massiva propagada pelo Facebook que usa vídeos falsos para infectar usuários brasileiros.

Segundo a empresa,  “as ameaças utilizam técnicas de engenharia social, com o intuito de estimular os internautas a clicarem nos vídeos para propagar códigos maliciosos”.

Para enganar os usuários, a campanha usa filmes com títulos chamativos, entre eles: “Mistério resolvido! Criança desaparecida no Mato Grosso é encontrada dentro de cobra” e “Caso goleiro Bruno: após seis anos policia encontra vídeo de espancamento de Eliza Samudio”. O objetivo é incentivar que o internauta clique no link falso para assistir o vídeo e, dessa forma, acesse o link com os códigos maliciosos que infectam o equipamento e, após algumas horas, permitem que o perfil da vítima compartilhe a mesma publicação de forma involuntária.

golpe-facebook-video

Um dos objetivos da campanha é roubar sessões do Facebook, permitindo que o cibercriminoso acesse a conta da rede social da vítima sem necessitar da senha. Dessa forma, os cibercriminosos conseguem se passar pelo usuário e aplicar outros golpes contra seus amigos da rede social.

“A escolha do Facebook tem como objetivo atingir o maior número possível de vítimas. E as pessoas precisam ficar bastante atentas a esse tipo de ataque, que tende a ser cada vez mais comum nas redes sociais mais populares”, afirma Camillo Di Jorge, Presidente da ESET. “Apesar do servidor utilizado na campanha estar localizado nos Estados Unidos, o IP é compartilhado com mais de cinquenta domínios, que também têm o mesmo objetivo de roubar informações dos usuários”, completa.

Para evitar esse tipo de ataque, a ESET alerta para a importância de os usuários só acessarem a internet de equipamentos que tenham uma solução de proteção proativa instalada e evitem clicar em links e anexos, sem ter certeza de sua real procedência.

Carregando...

Você pode se interessar

Por que eu decidi não migrar para o Windows 11 agora
Artigos
120 visualizações
Artigos
120 visualizações

Por que eu decidi não migrar para o Windows 11 agora

Carlos L. A. da Silva - 19 de outubro de 2021

O novo sistema operacional da Microsoft está entre nós, mas talvez não seja uma boa ideia pular de cabeça.

Enumerando e analisando mais de 40 implementações de JavaScript (que não são V8)
Artigos
247 visualizações
Artigos
247 visualizações

Enumerando e analisando mais de 40 implementações de JavaScript (que não são V8)

Carlos L. A. da Silva - 6 de outubro de 2021

V8 é o interpretador JavaScript, também chamado de máquina virtual Javascript, desenvolvido pela Google e utilizado em seu navegador Google Chrome. Com o peso de seus criadores e a quase onipresença do navegador, foi apenas uma questão de tempo para essa implementação do JavaScritp se tornar dominante no mercado. Entretanto, um bom desenvolvedor sabe que […]

Sir Clive Sinclair, o homem adiantado no tempo
Artigos
429 visualizações
Artigos
429 visualizações

Sir Clive Sinclair, o homem adiantado no tempo

Carlos L. A. da Silva - 18 de setembro de 2021

O inglês Clive Marles Sinclair nasceu de uma família de engenheiros. Seu avô foi engenheiro, assim como o seu pai. Com um talento natural pela Matemática e um forte interesse em eletrônica, ele se tornaria uma página importante da popularização da computação em diversas partes do mundo, construindo um legado que se perpetuará por anos […]

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Mais publicações

A cibersegurança por trás das vacinas
Artigos
530 visualizações
530 visualizações

A cibersegurança por trás das vacinas

Carlos L. A. da Silva - 7 de setembro de 2021
Top 25 comandos do Git
Artigos
670 visualizações
670 visualizações

Top 25 comandos do Git

Carlos L. A. da Silva - 28 de agosto de 2021
Dez anos de Kotlin: origens e futuro
Artigos
724 visualizações
724 visualizações

Dez anos de Kotlin: origens e futuro

Carlos L. A. da Silva - 20 de agosto de 2021