0 Compartilhamentos 63 Views

As melhores alternativas para todos os produtos do Google

23 de dezembro de 2019

O Google se tornou um gigante onipresente em nossas vidas. Hoje em dia, é impossível ser um usuário de tecnologia sem ser um cliente Google, sem compartilhar nossos dados com a empresa e automaticamente trocarmos nossa privacidade pela comodidade de serviços gratuitos. Ou será que é possível?

Apesar da vasta seleção de produtos de primeira linha que o Google oferece, ele não está sozinho no mercado. Pesquisando, é possível encontrar alternativas válidas, gratuitas ou não, para cada uma de suas soluções e quebrar esse monopólio das informações pessoais. A concorrência é sempre válida e um serviço melhor pode estar disponível e não vemos, porque estamos presos ao conforto que o ecossistema Google nos proporciona.

Mostramos aqui que é possível romper essa dependência, seja ao longo de toda sua linha de produtos ou somente em alguns casos isolados. Experimente essas alternativas!

Alternativas ao mecanismo de busca

Antes de prosseguirmos, vamos tentar resolver de uma vez o maior de todos os obstáculos: a suprema eficiência do Google entre os serviços de busca. Foi o primeiro produto da empresa e aquele sobre o qual seu império foi erguido. Muitas empresas, muitos gigantes da tecnologia tentaram superar o Google em termos de qualidade de resultados, apenas para serem varridas da concorrência.

Na teoria, após um começo turbulento, o Bing está competitivo. Entretanto, se estamos preocupados com questões de privacidade, talvez a alternativa da Microsoft não seja a melhor escolha. Em contrapartida, se o interesse está em um produto estável, com resultados confiáveis, o Bing é uma opção a ser avaliada.

Por conta do desafio de se criar um banco de dados de resultados que seja satisfatório para o usuário, as melhores alternativas ao Google e ao Bing seriam… o Google e o Bing. Felizmente, existem as chamadas metabuscas, que puxam resultados via API dessas plataformas, mas não comprometem a privacidade do usuário com rastreio e ainda podem adicionar elementos interessantes à experiência:

  • StartPage: esse serviço baseado na Holanda oferece resultados vindos do Google, mas sem o sistema de rastreamento.
  • MetaGer: esse serviço baseado na Alemanha também oferece resultados vindos do Google, sem rastreamento e com um motor de código aberto.
  • DuckDuckGo: a alternativa privativa mais famosa do mercado. Já comentamos sobre o DuckDuckGo aqui no Código Fonte.
  • Givero: essa solução dinamarquesa oferece privacidade associada a investimentos em causas solidárias.
  • Ecosia: esse serviço também está localizado na Alemanha e parte da sua renda também é destinada a uma causa solidária, no caso o plantio de árvores em regiões ecologicamente afetadas.

Alternativas ao YouTube

Encontrar uma alternativa com o mesmo alcance de audiência do YouTube é outra tarefa inglória. Novamente, diversas empresas de tecnologia tentaram competir no mesmo território que a plataforma de vídeo, sem sucesso, incluindo a Microsoft.

Porém, para quem precisa encontrar uma nova solução para seus vídeos ou está disposto a experimentar novos horizontes, existem serviços que podem não ter o mesmo público em termos de volume, mas oferecem a mesma qualidade técnica e os mesmos recursos que o Google:

  • Vimeo: uma das alternativas mais conhecidas do mercado, notório por abrigar conteúdo criativo e trazer suporte para sua comunidade.
  • Dailymotion:  uma das alternativas mais antigas e consolidadas, apresenta estabilidade e cerca de 300 milhões de usuários no mundo todo.
  • Peertube: é uma plataforma gratuita e descentralizada de hospedagem e transmissão de vídeos.
  • DTube: oferece uma interface em Português bastante similar à do YouTube, mas não entrega anúncios, não possui algoritmos de relevância e emprega blockchain em seu modelo de negócios.
  • Bit.tube: é outro serviço com uma interface similar à do YouTube, disponível em Português.

Alternativas ao Google Chrome

Apesar de liderar o mercado de navegadores com razoável folga, o Google Chrome dispõe de uma concorrência significativa. Existem vários motivos para se optar por não usar o navegador do Google, desde o excessivo consumo de memória, passando por recursos similares ou melhores em outros produtos e até chegando na coleta de dados realizada pelo Google.

Esse último tópico talvez seja o mais preocupante: de acordo com uma reportagem publicada pelo The Washington Post, em Julho desse ano, o Google Chrome apresentou nada menos que 11 mil cookies de rastreio em uma semana de uso. Embora os sites de internet possam ser apontados como os principais geradores desse material identificador do usuário, é fato também que o Google Chrome cruza esses dados com a conta de usuário e seus hábitos de navegação em outros produtos da empresa.

Seja para contornar problemas de privacidade, experimentar novas funcionalidades ou se obter uma melhoria de performance, não faltam alternativas de peso ao Google Chrome:

  • Firefox: embora tenha perdido terreno nos últimos anos, o navegador de código-aberto da Fundação Mozilla segue sendo a opção mais equilibrada para quem busca performance, recursos e respeito à própria privacidade e segurança.
  • Opera: depois de anos sendo alternativa de nicho, o Opera cresceu no mercado e também traz um equilíbrio satisfatório entre performance, recursos e privacidade.
  • Microsoft Edge: depois de um lançamento turbulento, o navegador da Microsoft abdicou de sua própria identidade para se tornar um navegador melhor e vale a conferida.
  • Safari: o navegador oficial do ecossistema Apple. Se você usa um produto da Apple, já são grandes as chances de que esse seja seu navegador.
  • Brave: baseado no motor de código aberto Chromium, o Brave foi criado pelo antigo CEO da Mozilla para bloquear anúncios e rastreadores, embora tenha um modelo de negócios controverso.
  • Waterfox: esse fork do Firefox é ainda mais avesso a rastreio, removendo por completo qualquer tipo de telemetria que poderia identificar o usuário.
  • Iridium: para quem leva a privacidade a sério, o Iridium é uma das alternativas mais robustas e seguras do mercado, baseado no motor de código aberto Chromium.
  • Tor: para quem leva a privacidade muito a sério, lida com informações confidencias ou está vivendo em um regime repressor das liberdades individuais, não há alternativa melhor.
  • GNU IceCat: outro fork do Firefox, esse navegador foi criado pela Free Software Foundation.

Alternativas ao Gmail

Depois que o Google revolucionou os webmail oferecendo nada menos que 1 GB de espaço de armazenamento (em uma época em que as melhores opções não iam além de 20 MB), ficou difícil competir. O Gmail ainda agregou diversas funcionalidades pioneiras no sistema de pesquisa e arquivamento de mensagens, além de trazer integração com outros produtos da empresa.

Ainda assim, não apenas é possível encontrar alternativas ao Gmail como também necessário. O Google escondeu que varria o conteúdo das mensagens privadas para coletar dados e exibir anúncios, foi flagrado compartilhando parte dessas informações com terceiros e segue rastreando o usuário em outros sites enquanto ele estiver autenticado em sua conta.

Nem todas essas alternativas são gratuitas ou oferecem o mesmo espaço de armazenamento do Gmail, mas valem a conferida:

  • Tutanota: a opção gratuita oferece 1 GB de espaço de armazenamento, com criptografia, sem anúncios ou rastreio. Em Português.
  • Mailbox.org: não possui versão gratuita, mas os preços das mensalidades são bem baixos e podem ser customizados de acordo com o consumo.
  • ProtonMail: protegido pela legislação suíça sobre privacidade, não possui sistema de rastreio e oferece 500 MB de armazenamento na versão gratuita, com design moderno. Em Português.
  • Thexyz: solução empresarial robusta, com foco em segurança e privacidade.
  • Runbox: oferece armazenamento a preços baratos, embora os planos de pagamento sejam anuais.
  • Mailfence: protegido pela legislação belga sobre privacidade, não possui sistema de rastreio e oferece 500 MB de armazenamento na versão gratuita, com muitas funcionalidades interessantes. Em Português.
  • Posteo: o plano básico é extremamente barato e já oferece 2 GB de espaço de armazenamento, com direito a recursos de criptografia e servidores ecologicamente neutros.

Alternativas ao Google Drive

Armazenamento de arquivos na Nuuvem nem de longe é um monopólio do Google. Serviços como Dropbox ou OneDrive são concorrentes de peso e conhecidos e provavelmente são alternativas que já estão sendo utilizadas por quem prefere não utilizar o Google Drive. Nós chegamos a fazer um comparativo das principais opções de serviços de armazenamento na nuvem que disputavam o topo da indústria em 2014 e seguem dominando cinco anos depois.

Ainda assim, vamos apresentar uma seleção de outras alternativas que podem ser experimentadas:

  • Degoo: oferece 100 GB de espaço de armazenamento em sua opção gratuita. Entretanto, os planos pagos podem oferecer até 10 TB de espaço.
  • Sync: oferece critpografia de ponta a ponta para seus arquivos a preços acessíveis para indivíduos e empresas.
  • Syncthing: para quem deseja montar sua própria solução, essa solução de código aberto é gratuita e permite a sincronização automática e contínua entre dois ou mais dispositivos ponto a ponto.
  • ownCloud: também é uma alternativa para quem deseja montar sua própria infraestrutura de armazenamento na nuvem, com controle total dos servidores. Tresorit: ancorada na legislação suíça de privacidade, é um dos serviços mais seguros para quem está preocupado com a segurança de seus dados. Porém, não é uma alternativa barata.

Alternativas ao Google Docs

Novamente, o Google não detém o monopólio dos serviços de edição de documentos online, embora tenha sido um dos pioneiros. Avançando sobre o terreno da Microsoft, foi apenas uma questão de tempo até o gigante de Redmond responder de forma incisiva e levar seu ecossistema Office para a nuvem.

Ainda assim, o usuário que precisa editar documentos, planilhas ou slides online não precisa ficar limitado a apenas duas opções no mercado. Há alternativas que oferecem mais privacidade ou até mesmo melhores recursos, interfaces mais amigáveis ou ganho de performance. Nós já listamos alguns produtos concorrentes de peso no passado ao trazermos alternativas gratuitas ao Microsoft Office.

Desta vez, iremos apresentar três produtos que funcionam exclusivamente online e possuem a privacidade como foco. Experimentar pode ser uma boa saída para se encontrar a solução mais adequada a suas necessidades:

  • CryptPad: um serviço gratuito, parcialmente disponível em Português e focado em anonimato e privacidade.
  • Etherpad: uma abordagem diferente dos serviços de edição em nuvem, essa solução de código aberto permite que colaboradores contribuam com a edição de um documento hospedado localmente, ponto a ponto.
  • Cryptee: mistura armazenamento na nuvem com edição de documentos e fotos.

Alternativas ao Google Analytics

A análise de dados de tráfego de visitantes é outra área em que parece que o Google detém um monopólio, no entanto, não é o que acontece. Aqui no Código Fonte, já apresentamos cinco alternativas ao Google Analytics no passado, em 2014. Nesses cinco anos, muita coisa mudou e algumas novas opções surgiram no mercado.

Por exemplo, no caso do Parse.ly, recomendado por nós lá atrás, seu sistema de rastreio se tornou tão hostil que o serviço e seu domínio passaram a ser bloqueados por soluções de bloqueio de anúncios. Agora, em 2019, não seria uma alternativa que recomendaríamos.

Em se tratando de análise de dados de tráfego, trata-se de uma preocupação extra: a privacidade de seus visitantes também está em jogo. Além do mais, existem soluções que oferecem o mesmo nível de informação que o Google Analytics com interfaces que podem ser amigáveis ao webmaster.

  • Clicky aparecia em nossa lista original e retorna como uma grande opção ao anonimizar o endereço IP do visitante por padrão. Além disso, segue sendo um serviço leve, amigável e preocupado com privacidade.
  • Matomo também aparecia em nossa lista anterior, embora utilizasse o nome Piwik cinco anos atrás. Essa é uma plataforma de código-aberto que também respeita a privacidade de seus visitantes, anonimizando o endereço de IP, além oferecer outros mecanismos de proteção.
  • GoSquared é outra alternativa preocupada com a privacidade de seus usuários. O serviço também possui um plugin oficial para WordPress, que facilita a integração, e uma ferramenta de conversação em tempo real com seus visitantes.
  • Open Web Analytics, como diz o nome, é uma solução de código aberto para quem deseja montar uma solução do zero no servidor sem custo algum.
  • Fathom Analytics é uma solução de código aberto extremamente leve e rápida, porém não é gratuita.

Alternativas ao Android

Por incrível que pareça, existem alternativas ao sistema operacional móvel Android que não se chamam iOS ou Windows. São opções compatíveis com dispositivos Android que você mesmo precisa instalar e configurar, com uma oferta menor de aplicativos em alguns casos, mas com vantagens significativas sobre o sistema padrão.

Da mesma forma que existem aqueles que preferem ter um controle mais rigoroso sobre seu sistema operacional e não se intimidam em fugir do Windows ou dou MacOS, também existem aqueles que procuram uma alternativa para seu dispositivo móvel. Para esses power users, não faltam alternativas ao Android:

  • /e/ : uma solução de código aberto totalmente compatível com aplicativos Android já existentes, com a vantagem de oferecer privacidade máxima.
  • Sailfish OS: desenvolvido na Europa pela Jolla para atender a necessidade de corporações e governos que não desejam que o Google monitore suas atividades.
  • LineageOS: um sistema operacional móvel gratuito e de código aberto associado a um ecossistema de aplicativos que seguem o mesmo modelo.
  • Replicant: um fork do LineageOS com funcionalidades diferentes e ênfase em liberdade, privacidade e segurança.
  • Ubuntu Touch: o Ubuntu que você conhece funcionando em dispositivos móveis.
  • Plasma Mobile: outro sistema móvel baseado em Linux, com desenvolvimento ativo e uma comunidade engajada.

Alternativas a outros produtos do Google

A família de produtos Google é extensa, mas, se até as soluções mais conhecidas possuem alternativas, o mesmo acontece com seus serviços menos conhecidos:

Alternativas ao Google Translate: Deepl, Linguee, Swisscows.

Alternativas ao Google Maps: OsmAndOpenStreetMap, MapHub.

Alternativas ao Google Photos: Flickr, Piwigo, Lychee.

Alternativas ao Google Chrome OS: TailsQubes OS.

Alternativas ao Google Hangouts: Signal, Telegram, Riot.

Alternativas ao Google Calendar: Edo AgendaAgenda Lightning, Etar.

Alternativas ao Google Keep: Standard NotesJoplin, Zoho Notebook.

Você pode se interessar

Como baixar o Windows 10 de graça a partir de versões anteriores
Dicas
4 visualizações
Dicas
4 visualizações

Como baixar o Windows 10 de graça a partir de versões anteriores

Carlos L. A. da Silva - 18 de fevereiro de 2020

O suporte para o Windows 7 terminou e você não vai querer ficar desprotegido e sem correção de falhas.

15 anos de Google Maps
Artigos
12 visualizações
Artigos
12 visualizações

15 anos de Google Maps

Carlos L. A. da Silva - 16 de fevereiro de 2020

Como o serviço nasceu e cresceu para se tornar um dos mais utilizados da plataforma? Para onde ele vai nos próximos 15 anos?

Promoções de Jogos do Final de Semana (14/02)
Notícias
15 visualizações
Notícias
15 visualizações

Promoções de Jogos do Final de Semana (14/02)

Carlos L. A. da Silva - 14 de fevereiro de 2020

Confira as melhores ofertas de jogos de PC para o final de semana.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Mais publicações

Como consertar a busca do Windows 10
Dicas
19 visualizações
19 visualizações

Como consertar a busca do Windows 10

Carlos L. A. da Silva - 12 de fevereiro de 2020
Promoções de Jogos do Final de Semana (07/02)
Notícias
31 visualizações1
31 visualizações1

Promoções de Jogos do Final de Semana (07/02)

Carlos L. A. da Silva - 7 de fevereiro de 2020
Alphabet revela números impressionantes do YouTube
Notícias
33 visualizações
33 visualizações

Alphabet revela números impressionantes do YouTube

Carlos L. A. da Silva - 5 de fevereiro de 2020
Como impedir que o Windows 10 salve imagens como .jfif
Dicas
26 visualizações
26 visualizações

Como impedir que o Windows 10 salve imagens como .jfif

Carlos L. A. da Silva - 5 de fevereiro de 2020