0 Compartilhamentos 62 Views

Retrospectiva 1998!

13 de dezembro de 2018

Quando todo mundo pensava que 1997 tinha sido um ano difícil, 1998 chegou para sacudir nossas expectativas: escândalos na Casa Branca, bombardeio no Oriente Médio, crise financeira no Brasil e desemprego galopante. Sim, estamos falando de 1998.

Enquanto isso, nós usuários da tecnologia precisávamos nos adaptar a novos dispositivos, vimos o crescimento da internet como plataforma de negócios e a perene ameaça dos vírus ganhar novos e assustadores nomes. E sim, ainda estamos falando de 1998.

Que montanha-russa! Confira a seguir os principais fatos de 1998 e torçamos por um 1999 melhor e rumo ao bug do milênio!

Tecnologia em 1998

A Microsoft disponibilizou para o público o Windows 98, a nova versão do seu popular sistema operacional, com a missão de substituir o Windows 95 e preparar seus usuários para uma maior integração com a internet. Apresentando o navegador Internet Explorer 4.0 como uma parte fundamental da estrutura da experiência do sistema, a empresa tomava de assalto a disputa pela soberania da web, iniciando a recuperação do tempo perdido e ameaçando a hegemonia do Netscape.

Mas nem tudo foi festa para Bill Gates esse ano. Durante uma demonstração ao vivo do novo sistema operacional, houve uma falha crítica e uma tela azul diante da plateia. Em outra ocasião, o executivo dono da Microsoft foi atingido por uma torta na cara em Bruxelas, na Bélgica.

Quem desejava uma forma de pagamento mais segura e prática na internet pode ter encontrado essa opção no surgimento do Paypal, um serviço online que pretende facilitar e impulsionar o comércio eletrônico.

Nasceu em 1998 o serviço de buscas na internet Google, originalmente concebido por dois estudantes da Universidade de Stanford. O buscador vem apresentado resultados mais velozes e precisos que a concorrência e pode ser uma boa alternativa para o futuro. Não deixe de conferir nosso tutorial para aproveitar ao máximo os recursos dessa nova ferramenta.

1998 também foi um ano de fusões e aquisições com os gigantes de tecnologia se mobilizando para dominar seus territórios. O ano começou com a Compaq adquirindo a  Digital Equipment Corporation por 9.5 bilhões de dólares, em uma transação que sacudiu Janeiro. Mas também tivemos a Compuserve se tornando mais uma subsidiária da colossal AOL e a Netscape seguiria o mesmo destino antes do final do ano. A livraria online Amazon ampliou seus possíveis mercados com a compra do portal de cinema IMDB, enquanto a Lycos comprou as operações da Angelfire e caminha para se tornar um poderoso portal da web.

Mas nem tudo foram flores e o ano viu também minguarem os planos de um sistema operacional móvel da Apple. O NewtonOS, assim como o próprio dispositivo Newton, tiveram seu desenvolvimento encerrado após uma recepção mediana do mercado. É o fim das pretensões da empresa no segmento e a Apple deve focar somente em seus computadores de mesa no futuro.

Gadgets em 1998

Se o Newton fracassou, a Apple aproveitou a mudança de paradigma para apresentar ao mundo o revolucionário iMac. Combinando facilidade de uso e um design arrojado, o novo computador de mesa da empresa é um artigo de luxo que faz jus ao seu preço: com um processador de 233 MHz, 64 KB de Cache L1 e impressionantes 32MB de memória, o dispositivo esconde potência debaixo de uma aparência translucida. A ousadia continua na decisão da Apple de remover por completo o drive do disquete do iMac, confiando que os usuários adotarão o CD-ROM como mídia preferencial.

O iMac é a prova de fogo para Steve Jobs, que retornou ao cargo de CEO da Apple no ano passado. Apenas o futuro irá dizer se o novo visual do aparelho irá agradar aos fãs e conseguirá tirar a gigante da computação da crise financeira em que se encontra.

Em contrapartida, os adeptos de PC Wintel não tiveram do que reclamar em 1998 e os usuários de Mac precisaram pesar os prós e os contras na hora de comprar um novo computador esse ano: a Intel apresentou os processadores Celeron e Xeon, atingindo 400 MHz de potência.

Sem tanto alarde, 1998 também viu o surgimento de uma tábua de salvação para quem lida com arquivos grandes ou necessita de backups constantes de seus arquivos essenciais. Pode começar a dizer adeus aos discos Zip da Iomega ou os cartuchos Jaz porque a gravação de CDs regraváveis se tornou uma possibilidade real esse ano. O CD-Rewriter da Micro-Solutions Inc é um sonho que se tornou realidade. O dispositivo de US$500 pode ser plugado na porta paralela de qualquer PC e gravar um CD inteiro de 650MB em apenas 20 minutos.

A Sony não quer ficar para trás e soltou dois petardos no mesmo ano: o HiFD e o memory stick. O HiFD utiliza o mesmo drive de disquete dos PCs existentes para a leitura de um novo formato de disco que pode armazenar até 200MB de dados. O memory stick tem uma função similar, mas é dedicado a câmeras digitais, ocupando um espaço menor que os disquetes convencionais e permitindo o armazenamento de um maior volume de fotos. A batalha dos dispositivos de armazenamento promete ser intensa em 1999.

A febre dos arquivos MP3 atinge seu ápice em 1998 e o Japão ganha o primeiro dispositivo dedicado a ouvir o formato: o MPMan da Saehan. Outro gadget promissor de 1998 é o Rocket Ebook, um dispositivo portátil semelhante a um PDA dedicado a leitura de livros em formato digital. Com proporções similares a um livro convencional, o aparelho pode ser carregado com ebooks adquiridos em lojas online.

Jogos Eletrônicos em 1998

Para quem curte o mundo dos joguinhos, 1998 trouxe boas surpresas. Entre as continuações de peso, o ano viu Resident Evil 2, Need for Speed III, Tomb Raider III e Turok 2, assim como um novo Legend of Zelda, batizado de Ocarina of Time, Pokémon Red and Blue chegando no Ocidente e a antiga franquia Metal Gear ganhando sua primeira entrada no 3D com Metal Gear Solid.

Entretanto, novos títulos sacudiram o mercado em 1998 e podem se tornar séries importantes no futuro. Os novatos da Valve lançaram Half-Life e os estreantes da Epic Games lançaram Unreal, dois FPS que ameaçam a até então inabalável liderança dos veteranos da id Software (Castle Wolfenstein, Doom e Quake).

Aqui no Brasil, a famosa (e estranha) aparição de um suposto extraterrestre na cidade mineira de Varginha foi a fonte de inspiração para outro FPS, batizado de Incidente em Varginha. No título, primeiro do gênero criado no país, o jogador precisa investigar esse mistério e combater uma perigosa conspiração. Os desenvolvedores já estão trabalhando em uma continuação para o próximo ano.

Os fãs de jogos de estratégia não foram abandonados e 1998 viu a desenvolvedora Blizzard abandonar o universo de fantasia de Warcraft e investir em um título similar de ficção-científica: StarCraft leva as mecânicas do gênero para planetas distantes. Enquanto isso, a Microsoft lançou a expansão Rise of Rome para seu aclamado Age of Empires e a franquia The Settlers chegou ao seu terceiro título.

Os RPGs para computador tiveram um ano excepcionalmente bom graças à  produtora Interplay, que entregou Fallout 2 e Baldur’s Gate aos jogadores. Entretanto, quem joga no console e curte o gênero foi contemplado com lançamentos de peso como um derivado tático de Final Fantasy, batizado de Final Fantasy Tactics, e Shining Force III. Até a franquia Panzer Dragoon se rendeu ao RPG e ganhou o título Panzer Dragoon Saga no canto do cisne do Saturn.

No mundo dos consoles, a SEGA reformulou suas estratégias. Por um lado, o já veterano Saturn foi aposentado nos mercados norte-americano e europeu, com sua fabricação descontinuada. Do outro lado, mais especificamente do outro lado mundo, no Japão, a empresa já lançou o seu sucessor e o Dreamcast estreou com força, com promessa de chegada no Ocidente no ano que vem.

Brasil em 1998

Para o brasileiro, o ano de 1998 será sempre lembrado como o ano em que a Seleção de futebol perdeu a chance do penta para os franceses, após um mal súbito que atingiu o craque Ronaldo no último jogo da Copa do Mundo.

Entretanto o país já tinha sido abalado por uma tragédia maior no início do ano. O desmoronamento do edifício Palace II provocou a morte de 8 pessoas na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Construído com material de baixa qualidade, a queda do prédio levou a cassação do Deputado Sérgio Naya, dono da construtora responsável.

Em São Paulo, o assassino serial Francisco de Assis Pereira foi preso, acusado da morte de pelo menos seis mulheres e tentativa de homicídio de outras nove. Preso em Agosto, foi apelidado pela imprensa de Maníaco do Parque, por atrair suas vítimas para o Parque do Estado, na divisa de São Paulo e Diadema.

O ano de 1998 também marcou o maior leilão de privatização já realizado no país, com a venda de 12 holdings vinculadas à Telebrás. A venda foi marcada por fortes protestos de manifestantes contrários à privatização em frente à Bolsa do Rio de Janeiro. Com a decisão, o governo federal arrecadou cerca de 22 bilhões de reais e espera que o setor de telefonia no país avance com novas tecnologias nas mãos da iniciativa privada.

Apesar da crise econômica influenciada por fatores externos e os elevados índices de desemprego, Fernando Henrique Cardoso derrota Luiz Inácio “Lula” da Silva nas urnas já no primeiro turno, obtendo 53,06% dos votos válidos contra 31,71% do candidato do PT. A reeleição de FHC é vista pelos analistas como um voto de confiança da população.

Dezembro chega com um resgate do FMI, que se se compromete a abrir um novo empréstimo para o Brasil, no valor de US$ 41 bilhões.

Você pode se interessar

Markdown // Dicionário do Programador
Vídeos
1,655 compartilhamentos6,809 visualizações
Vídeos
1,655 compartilhamentos6,809 visualizações

Markdown // Dicionário do Programador

Thais Cardoso de Mello - 21 de janeiro de 2019

Markdown é o termo falado nesse Dicionário do Programador. Conheça mais sobre essa linguagem de marcação.

Idade: Estou Velho para Ser Programador? // CAC #08
Vídeos
1,655 compartilhamentos6,812 visualizações
Vídeos
1,655 compartilhamentos6,812 visualizações

Idade: Estou Velho para Ser Programador? // CAC #08

Thais Cardoso de Mello - 17 de janeiro de 2019

Um assunto recorrente pedido por nossos CDFs é para falarmos sobre a relação da Idade com o mercado de trabalho em tecnologia. Será que estou velho para ser programador?

Manifesto Ágil: Retrospectivas Lúdicas
Artigos
15 visualizações
Artigos
15 visualizações

Manifesto Ágil: Retrospectivas Lúdicas

Plataformatec - 14 de janeiro de 2019

Conquistando melhoria contínua através de uma estruturar lúdica, estimulando o pensamento crítico e a atenção dos membros durante a dinâmica.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Mais publicações

Agile // Dicionário do Programador
Vídeos
1,655 compartilhamentos6,812 visualizações
1,655 compartilhamentos6,812 visualizações

Agile // Dicionário do Programador

Thais Cardoso de Mello - 14 de janeiro de 2019
Promoções de Jogos do Final de Semana (11/01)
Notícias
24 visualizações
24 visualizações

Promoções de Jogos do Final de Semana (11/01)

Carlos L. A. da Silva - 11 de janeiro de 2019
God of War: segredos dos bastidores do melhor jogo de 2018
Artigos
21 visualizações
21 visualizações

God of War: segredos dos bastidores do melhor jogo de 2018

Carlos L. A. da Silva - 11 de janeiro de 2019
As 5 Melhores Linguagens para 2019 // Vlog #86
Vídeos
1,655 compartilhamentos6,820 visualizações
1,655 compartilhamentos6,820 visualizações

As 5 Melhores Linguagens para 2019 // Vlog #86

Thais Cardoso de Mello - 10 de janeiro de 2019