0 Compartilhamentos 255 Views

Como baixar todos os seus dados do Twitter

Em uma era em que as redes sociais aparentemente armazenam mais informações sobre nós do que deveriam e a privacidade vira moeda de troca, seria interessante saber exatamente o quê faz parte de seus bancos de dados e mais interessante ainda seria se fosse possível ter em mãos uma cópia desses mesmos dados.

Vamos ensinar agora como obter uma cópia de suas informações guardadas no Twitter. Na verdade, são dois arquivos distintos: um deles é um pacotão com todas as suas mensagens, desde seu primeiro dia na rede social e outro é um documento PDF com tudo que a rede social sabe sobre você.

Ao contrário do que acontece no LinkedIn e no Facebook, o Twitter tem um sistema bastante simples para solicitar esses dados. Em contrapartida, informações como contatos, seguidores, mensagens privadas e outros detalhes não fazem parte de nenhum dos arquivos enviados.

Para acessar e baixar todos os seus tuítes publicados na sua conta do Twitter, você precisa acessar suas configurações de conta e clicar no botão Solicitar o seu arquivo, na área de Conteúdo, próximo do final da página.

Uma mensagem informa que “um link será enviado por e-mail a você quando seu arquivo estiver pronto. Isso pode demorar um pouco. Por favor, seja paciente”. O envio demora cerca de dez minutos e consiste em um link dentro do próprio Twitter, para o download de um arquivo zip.

Você pode descompactar o conteúdo do zip em qualquer pasta e navegar pelo conteúdo a partir do arquivo index.html. Organizado por meses e anos, o conteúdo traz todos os seus tuítes e retuítes, incluindo imagens.

Para descobrir o que o Twitter sabe sobre seu perfil, basta confirmar sua senha,  acessar sua página de configurações de dados e clicar no botão Request data.

Uma mensagem informará que os dados estão sendo organizados e serão em breve enviados para o endereço de email registrado com a conta. Ao contrário do pacote anterior, o envio é mais rápido e a mensagem com o arquivo PDF em anexo chega em poucos minutos. Esse documento contém suas informações demográficas, os interesses registrados no Twitter, navegadores e dispositivos móveis vinculados a sua conta, um histórico de acessos dos últimos 30 dias e mais.

Um dos detalhes mais importantes desse documento é a lista de “Públicos semelhantes”. De acordo com o Twitter, o sistema “incluiu você em um ou mais públicos semelhantes aos públicos personalizados dos anunciantes abaixo. O Twitter cria esses públicos para aumentar o alcance dos anunciantes. Você pode ser incluído nesses públicos com base nas semelhanças entre a sua conta e as contas incluídas nos públicos personalizados”. Segue então uma vasta lista de outras contas que foram associadas a sua, mesmo que elas não te sigam ou você não as siga.

Segundo o documento (negrito por nossa conta), “para deixar de ver anúncios com base nesses públicos semelhantes, desative a publicidade baseada em interesses nas configurações de personalização e dados. Elas podem ser encontradas em twitter.com/personalization. Isso altera os anúncios que você vê no Twitter, mas não o remove desses públicos“.

Você pode se interessar

Promoções de Jogos do Final de Semana (15/03)
Notícias
9 visualizações
Notícias
9 visualizações

Promoções de Jogos do Final de Semana (15/03)

Carlos L. A. da Silva - 15 de março de 2019

Confira as melhores ofertas de jogos de PC para o final de semana.

Mega Bate-Papo com o Programador BR (feat. Igor Oliveira) // CDF Entrevista
Vídeos
1,655 compartilhamentos6,809 visualizações
Vídeos
1,655 compartilhamentos6,809 visualizações

Mega Bate-Papo com o Programador BR (feat. Igor Oliveira) // CDF Entrevista

Thais Cardoso de Mello - 14 de março de 2019

Batemos um papo muito divertido e informativo com o Igor Oliveira (do canal Programador BR).

World Wide Web completa 30 anos!
Notícias
11 visualizações
Notícias
11 visualizações

World Wide Web completa 30 anos!

Carlos L. A. da Silva - 12 de março de 2019

Em 12 de março de 1989, Tim Berners-Lee publicava um memorando que serviria de base para a web que conhecemos hoje.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Mais publicações

Ada Lovelace: o cérebro que nunca morre
Artigos
16 visualizações1
16 visualizações1

Ada Lovelace: o cérebro que nunca morre

Carlos L. A. da Silva - 12 de março de 2019
Scrum // Dicionário do Programador
Vídeos
12 visualizações
12 visualizações

Scrum // Dicionário do Programador

Thais Cardoso de Mello - 11 de março de 2019
Promoções de Jogos do Final de Semana (08/03)
Notícias
17 visualizações
17 visualizações

Promoções de Jogos do Final de Semana (08/03)

Carlos L. A. da Silva - 8 de março de 2019