0 Compartilhamentos 11 Views

Como usar os novos atributos de link do Google

11 de setembro de 2019

Nessa terça-feira (10), o Google apresentou para o público dois novos atributos de link para HTML que serão reconhecidos pelo navegador Chrome e, principalmente, por seus robôs de busca. O objetivo é separar o joio do trigo em termos de SEO e adicionar novas ferramentas nas mãos de webmasters.

Os novos atributos chegam quinze anos depois do próprio Google ter introduzido o uso de “nofollow” como um atributo para frear a disseminação de spam de comentários, esvaziando o peso dos links. Para o usuário, um link com “nofollow” funciona como qualquer outro, mas para os mecanismos de busca funciona como um aviso para que o bot do não siga o endereço e não atribuir relevância.

Chegou a hora de falarmos então de “sponsored” e “ugc” e quais são as situações para utilizarmos esses novos atributos.

De acordo com o Google, rel=”sponsored” é um atributo que deve ser utilizado quando o link é patrocinado, resultado de uma compensação entre o destinatário e o site de origem.

Por outro lado, rel=”ugc” é um atributo que significa User Generated Content, ou seja, “conteúdo gerado pelo usuário” e deve ser aplicado a todos os links que possam surgir por interação direta do usuário, como em comentários ou fóruns.

Para todos os fins, o Google irá interpretar nofollow, sponsored e ugc de maneiras similares, reduzindo ou cancelando qualquer relevância que poderia ser passada para o link através de seu mecanismo de busca. De fato, os dois novos atributos poderiam ser considerados uma derivação do antigo nofollow, entretanto o Google acredita que os novos atributos são mais específicos e poderão ser empregados como dicas para seu algoritmo sobre a melhor forma de analisar o link dentro do contexto do site.

Os novos atributos entram em vigor imediatamente mas não são obrigatórios. Quem estiver usando nofollow para propósitos similares não precisa alterar nada em seu código, embora o Google recomende o seu uso.

Ainda de acordo com o Google, é possível combinar atributos, inclusive visando sistemas e serviços que não adotaram o reconhecimento dos novos atributos. Desta forma, rel=”nofollow sponsored” poderia ser interpretado corretamente tanto pelo Google quanto por terceiros.

O Google alerta que o uso de um destes atributos é extremamente recomendado para conteúdos que possam ser confundidos com esquemas de SEO. Conteúdo patrocinado, troca de links ou links embutidos pelo usuário devem ser especificados sempre, seja com nofollow (como era até então), seja com os novos sponsored e ugc.

Você pode se interessar

Como enlouquecer os rastreadores de internet
Dicas
7 visualizações
Dicas
7 visualizações

Como enlouquecer os rastreadores de internet

Carlos L. A. da Silva - 18 de setembro de 2019

Track This é um experimento criado pelo time do Firefox que vai alterar completamente o perfil que os anunciantes tem de você.

A história de Amazônia, o primeiro jogo brasileiro!
Artigos
8 visualizações
Artigos
8 visualizações

A história de Amazônia, o primeiro jogo brasileiro!

Carlos L. A. da Silva - 17 de setembro de 2019

Como um programador iniciante criou um adventure clássico que atravessou décadas.

VIM (Amado ou Odiado?) // Dicionário do Programador
Vídeos
6 visualizações
Vídeos
6 visualizações

VIM (Amado ou Odiado?) // Dicionário do Programador

Thais Cardoso de Mello - 16 de setembro de 2019

Uma poderosa ferramenta, que dispensa apresentações, e vem sendo utilizada por muitas gerações de programadores.

Mais publicações

Promoções de Jogos do Final de Semana (13/09)
Notícias
10 visualizações
10 visualizações

Promoções de Jogos do Final de Semana (13/09)

Carlos L. A. da Silva - 13 de setembro de 2019
Golang (A Linguagem do Futuro?) // Dicionário do Programador
Vídeos
7 visualizações
7 visualizações

Golang (A Linguagem do Futuro?) // Dicionário do Programador

Thais Cardoso de Mello - 9 de setembro de 2019