0 Compartilhamentos 157 Views

Alphabet revela números impressionantes do YouTube

5 de fevereiro de 2020

Que o YouTube tem a hegemonia do conteúdo em vídeo na internet todo mundo já imaginava. Faltava divulgar os números oficiais desse sucesso e foi exatamente isso que o Alphabet fez pela primeira vez desde a aquisição da plataforma, em 2006.

Catorze anos atrás, o Google comprou o YouTube pela soma de 1.65 bilhão de dólares, em uma negociação que muitos certamente classificaram como ousada. Entretanto, segundo os dados divulgados agora, o YouTube faturou cerca de 5 bilhões de dólares em publicidade somente nos últimos três meses. Arredondando as contas, pode-se dizer que a plataforma retorna o valor do seu investimento todos os meses.

Durante todo esse período, o faturamento do YouTube era uma caixa-preta sobre a qual se podia apenas especular. Com a saída de Larry Page e Sergey Brin do comando das operações da Alphabet no final do ano passado, o novo CEO Sundar Pichai optou pela transparência plena. Os resultados do YouTube são o destaque do relatório do Alphabet em relação ao último trimestre do ano fiscal de 2019.

Os números chamam a atenção não pelo impacto dentro das operações da Alphabet (cerca de 10% do faturamento total do conglomerado), mas pela impressionante distância em relação à concorrência. No ano que passou, foram 15 bilhões de dólares no total conquistados em publicidade no YouTube. Colocando em perspectiva, essa soma representa seis vezes o faturamento conhecido do Twitch, da Amazon, seu maior rival pela atenção da audiência de vídeo na internet.

Entretanto, mesmos esses números ainda estão incompletos: eles abrangem somente o que o YouTube arrecada com exibição de anúncios. A Alphabet também divulgou que a plataforma possui mais de 20 milhões de assinantes em seus serviços Premium de vídeo e música, além de 2 milhões de usuários de seu serviço pago de televisão. Esses valores estão embutidos dentro da categoria Outros no relatório, e também abrangem vendas de dispositivos de hardware, como Google Pixel e Google Home. A Alphabet não especificou a fatia de Outros que pertence ao YouTube, mas essa categoria inteira também faturou cerca de 5 bilhões de dólares no último trimestre.

E o sucesso do YouTube não dá qualquer sinal de queda: de acordo com o mesmo relatório, a plataforma de vídeo apresentou um crescimento no faturamento de 36.5% em relação ao ano anterior. No cômputo total, as operações do YouTube apresentam números quase duas vezes superiores às do próprio Google Cloud, sua divisão de computação na nuvem, que trouxe uma arrecadação de 8,9 bilhões de dólares no ano fiscal de 2019.

 

Carregando...

Você pode se interessar

Promoções de Jogos do Final de Semana (07/08)
Notícias
14 visualizações
Notícias
14 visualizações

Promoções de Jogos do Final de Semana (07/08)

Carlos L. A. da Silva - 7 de agosto de 2020

Confira as melhores ofertas de jogos de PC para o final de semana.

Bloqueando robôs do seu site
Artigos
14 visualizações
Artigos
14 visualizações

Bloqueando robôs do seu site

Carlos L. A. da Silva - 6 de agosto de 2020

Nem todo robô que visita seu site é bonzinho como o do Google... aprenda a se defender!

Como encriptar seu dispositivo móvel
Dicas
20 visualizações
Dicas
20 visualizações

Como encriptar seu dispositivo móvel

Carlos L. A. da Silva - 4 de agosto de 2020

Privacidade nunca é demais e ela pode estar na palma da sua mão, sem dificuldades. Aprenda a encriptar dispositivos Android, iOS e até Windows Phone.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Mais publicações

Promoções de Jogos do Final de Semana (31/07)
Notícias
24 visualizações
24 visualizações

Promoções de Jogos do Final de Semana (31/07)

Carlos L. A. da Silva - 31 de julho de 2020
Quem está lucrando com os aplicativos de entrega? Ninguém
Artigos
27 visualizações1
27 visualizações1

Quem está lucrando com os aplicativos de entrega? Ninguém

Carlos L. A. da Silva - 28 de julho de 2020
Como ditar um documento (Office, Google Docs, OpenOffice)
Dicas
25 visualizações
25 visualizações

Como ditar um documento (Office, Google Docs, OpenOffice)

Carlos L. A. da Silva - 27 de julho de 2020