0 Compartilhamentos 344 Views

Portal dos Jogos Rio 2016 tem tecnologia Microsoft e pode suportar até 200 mil acessos por segundo

A Microsoft anunciou a conclusão da 1ª fase da nova versão do portal dos Jogos Rio 2016, que entrou no ar com o hotsite do revezamento da Tocha Olímpica da Rio 2016.

O portal oficial dos Jogos Rio 2016 foi criado com o uso da solução Microsoft Azure, plataforma em nuvem da Microsoft, e as informações são hospedadas e gerenciadas pelo SQL Server, em datacenters localizados em quatro continentes.

“Com processamento escalável e latência suficiente para suportar até 200 mil acessos por segundo, criamos um modelo de plataforma para oferecer a melhor experiência de navegação ao visitante de todo o mundo, inclusive por meio de dispositivos móveis como smartphones e tablets“, comentou Alfredo Deak Junior, diretor do projeto do Portal dos Jogos Rio 2016 na Microsoft Brasil. A iniciativa faz parte de uma solução integrada de tecnologia desenvolvida e gerenciada pela Atos, parceira mundial de IT dos Jogos Olímpicos.

O visitante já pode acessar o hotsite da Tocha Olímpica da Rio 2016, que traz todas as informações sobre o período, percurso e quem carregará a tocha no Brasil ao longo do trajeto de mais de 90 dias até o início da Rio 2016. Disponível nos idiomas português e inglês, será possível buscar informações sobre a história da Tocha Olímpica, além de fotos e vídeos do seu itinerário no país. A expectativa é que o hotsite esteja entre as páginas mais acessadas na história do evento.

Para atender a demanda de visitações, foi criado um sistema que reconhece o tipo de dispositivo e a região de onde está sendo acessado. A partir daí, a plataforma vai selecionar automaticamente o idioma e o modelo de tela mais adequado para obter a melhor experiência. Nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, cerca de 40% de todo o acesso ao conteúdo relacionado ao evento foi feito por meio de smartphones e tablets. A expectativa para os jogos de 2016 é que esse fluxo chegue até 85%.

A Microsoft, fornecedora oficial da Rio 2016 para sistemas de software, iniciou sua contribuição com o Comitê Organizador por meio do Office 365, ferramenta de produtividade utilizada, na época, por 300 funcionários e que hoje está em torno de 900. Para o período dos Jogos, a estimativa é que o volume de usuários atinja 40 mil, somando os cerca de 15 mil diretos e também os voluntários, que utilizarão PCs, smartphones e tablets no dia a dia das competições.

O Comitê Organizador da Rio 2016 está trabalhando com a Microsoft como fornecedora de software e tecnologias necessárias para o desenvolvimento dos portais após uma análise que considerou aspectos técnicos, como capacidade de processamento e distribuição geográfica compatíveis com o porte do evento, escalabilidade, além da integração entre diferentes dispositivos de navegação.

Carregando...

Você pode se interessar

15 ferramentas de desenvolvimento para melhorar sua produtividade em 2021 sem gastar nada
Artigos
94 visualizações
Artigos
94 visualizações

15 ferramentas de desenvolvimento para melhorar sua produtividade em 2021 sem gastar nada

Carlos L. A. da Silva - 2 de abril de 2021

O cenário de desenvolvimento está em constante mudança e muitas vezes uma ferramenta nova pode agilizar muito seu trabalho.

A tecnologia por trás do deep fake de Deep Nostalgia
Artigos
100 visualizações
Artigos
100 visualizações

A tecnologia por trás do deep fake de Deep Nostalgia

Carlos L. A. da Silva - 22 de março de 2021

Serviço do My Heritage permite "animar" fotos do passado, trazendo vida para seus antepassados. Como isso é possível?

Como se tornar um Engenheiro DevOps em 2021
Artigos
97 visualizações
Artigos
97 visualizações

Como se tornar um Engenheiro DevOps em 2021

Carlos L. A. da Silva - 1 de março de 2021

A consultora de DevOps e evangelista Nana Janashia apresenta um passo a passo de tudo que você precisa saber para dominar o DevOps em 2021.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Mais publicações

Seus dados vazaram. E agora?
Artigos
79 visualizações
79 visualizações

Seus dados vazaram. E agora?

Carlos L. A. da Silva - 19 de fevereiro de 2021
Entendendo o elemento time em HTML 5
Artigos
91 visualizações
91 visualizações

Entendendo o elemento time em HTML 5

Carlos L. A. da Silva - 5 de fevereiro de 2021
Como cortar texto sem usar uma linha de script
Dicas
91 visualizações
91 visualizações

Como cortar texto sem usar uma linha de script

Carlos L. A. da Silva - 11 de janeiro de 2021