0 Compartilhamentos 504 Views

Samsung, Microsoft e Cisco também se manifestam sobre vulnerabilidades usadas pela CIA

10 de março de 2017

Depois da Apple e do Google, agora é a vez de outras empresas de tecnologia também se manifestarem sobre as vulnerabilidades em seus dispositivos e sistemas utilizadas pela CIA e vazadas pela WikiLeaks.

Em mensagens quase padronizadas,  Samsung, Microsoft e Cisco declararam também que as brechas de segurança identificadas estão sendo analisadas e corrigidas.

Em uma nota seca, a Microsoft limitou-se a dizer que “nós estamos cientes do relatório e estamos dedicados a isso”. Mesmo a Samsung, cujos aparelhos Smart TV teriam sido usados pela agência de Inteligência norte-americana para registrar e enviar conversas ouvidas no mesmo ambiente, apresentou uma resposta que foi pouco além disso.

Apesar da empresa sul-coreana ter negado no passado que essa funcionalidade poderia ser explorada para monitoramento, desta vez seu comunicado oficial limitou-se a repetir o que já foi dito antes: “proteger a privacidade e a segurança de nossos dispositivos é uma prioridade máxima na Samsung. Nós estamos cientes do relatório em questão e estamos dedicados urgentemente ao assunto”.

Até o momento, a Cisco foi a gigante de tecnologia com a resposta mais honesta, detalhada e útil para os seus consumidores. Em uma longa postagem no seu blog oficial, a empresa admite a existência de malwares capazes de explorar vulnerabilidades em seus dispositivos, descreve suas capacidades e seu risco e finaliza reiterando que seu time de resposta a incidentes está investigando o caso.

De acordo com o WikiLeaks, essa é a apenas a ponta de um colossal iceberg digital: os 8.700 documentos vazados do chamado “Vault 7” da agência governamental dos Estados Unidos representam “menos de 1%” do que a ONG tem à sua disposição e novos lotes de ferramentas, relatórios e artigos técnicos sobre os métodos de espionagem e vigilância empregados pela CIA devem ser publicados ao longo do ano.

 

Carregando...

Você pode se interessar

Influenciadores digitais que não existem
Artigos
79 visualizações
Artigos
79 visualizações

Influenciadores digitais que não existem

Carlos L. A. da Silva - 2 de dezembro de 2021

Na era da pós-verdade, influenciadores que não são reais estão ganhando espaço para uma multidão que quer ser influenciada

Pais criam aplicativo de código aberto melhor que o da escola, mas a polícia é acionada
Artigos
211 visualizações
Artigos
211 visualizações

Pais criam aplicativo de código aberto melhor que o da escola, mas a polícia é acionada

Carlos L. A. da Silva - 23 de novembro de 2021

Aplicativo oficial do sistema educacional da capital Suécia era ruim demais, mas a lei é a lei...

10 recursos HTML5 úteis que você pode não estar usando
Artigos
464 visualizações
Artigos
464 visualizações

10 recursos HTML5 úteis que você pode não estar usando

Carlos L. A. da Silva - 6 de novembro de 2021

O HyperText Markup Language nos acompanha desde os primórdios da web. É o seu tijolo mais básico. Podem surgir novas tecnologias, plugins, frameworks, conteúdo rico, mas o bom e velho HTML continua sendo a base de tudo e aprender seus mais profundos nuances é fundamental para os desenvolvedores. O HTML5 é a implementação atual da […]

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Mais publicações

O Metaverso está vindo?
Artigos
527 visualizações
527 visualizações

O Metaverso está vindo?

Carlos L. A. da Silva - 1 de novembro de 2021
Por que eu decidi não migrar para o Windows 11 agora
Artigos
635 visualizações
635 visualizações

Por que eu decidi não migrar para o Windows 11 agora

Carlos L. A. da Silva - 19 de outubro de 2021
Sir Clive Sinclair, o homem adiantado no tempo
Artigos
925 visualizações
925 visualizações

Sir Clive Sinclair, o homem adiantado no tempo

Carlos L. A. da Silva - 18 de setembro de 2021