0 Compartilhamentos 111 Views

Trend Micro identifica 149 aplicativos relacionados ao Pokémon Go: apenas 11% são legítimos

O jogo de realidade aumentada Pokémon Go saiu ontem no Brasil e já está no topo do ranking nacional dos mais baixados no Google Play.

No entanto, segundo a Trend Micro os hackers foram ágeis em criarem ameaças relacionadas ao jogo e já foram identificados até agora 149 aplicativos que podem ser prejudiciais ao usuário.

A primeira ameaça foi uma versão modificada do Pokémon Go que inclui o acesso remoto em dispositivos Android por meio do trojan DroidJack (identificado pela Trend Micro como AndroidOS_SANRAT.A). O malware está disponível em sites de compartilhamento de arquivos de terceiros e o público alvo não incluía países como Estados Unidos, Austrália e Nova Zelândia (locais em que o jogo foi lançado oficialmente) e sim, os usuários que tentavam fazer o download do game antes da chegada oficial no seu país.

Mas, além do trojan, foram encontradas outras ameaças na loja de aplicativos do Google Play, como o “Pokemon GO Ultimate” que bloqueia a tela da vítima, forçando o usuário a reiniciar o dispositivo. Após o reboot, o malware silenciosamente inicia o clique em anúncios online de sites adultos. O “Guia de Cheats para o Pokemon GO” e o “Instale o Pokemon Go” também disponíveis no Google Play, levam o usuário por meio de anúncios maliciosos e pop-ups a se inscreverem para a compra de serviços caros e desnecessários.

A lista, entretanto, não para por aí e o caso mais recente detectado pela Trend Micro foi o malware que promete maior facilidade em ganhar Pokécoins, a moeda virtual utilizada no jogo (obtidas por meio do jogo ou adquiridas com dinheiro do mundo real). Após iniciar a instalação, o falso aplicativo exige que o usuário coloque seu nome de usuário do Pokémon Go, tipo de dispositivo e região geográfica. Na verdade, o alvo é apenas redirecionado para outro site, que irá pedir o download de outro aplicativo malicioso.

Foram também analisados pela Trend Micro, 149 aplicativos relacionados ao Pokémon Go, que estavam disponíveis no Google Play entre 08 e 21 de julho. Esses aplicativos tiveram um número total de downloads de mais de 3,9 milhões. Uma análise mais aprofundada, revelou que apenas 11% deles são legítimos/não-maliciosos e 87% eram aplicativos relacionados a adwares maliciosos. Os aplicativos falsos não têm qualquer funcionalidade e simplesmente usam o Pokémon Go como isca para atrair os usuários a fazer o download, a fim de promover outros aplicativos.

Você pode se interessar

TypeScript // Dicionário do Programador
Vídeos
1,655 compartilhamentos6,808 visualizações
Vídeos
1,655 compartilhamentos6,808 visualizações

TypeScript // Dicionário do Programador

Thais Cardoso de Mello - 18 de março de 2019

TypeScript é o termo falado nesse Dicionário do Programador, conheça mais sobre o assunto.

Promoções de Jogos do Final de Semana (15/03)
Notícias
11 visualizações
Notícias
11 visualizações

Promoções de Jogos do Final de Semana (15/03)

Carlos L. A. da Silva - 15 de março de 2019

Confira as melhores ofertas de jogos de PC para o final de semana.

Mega Bate-Papo com o Programador BR (feat. Igor Oliveira) // CDF Entrevista
Vídeos
1,655 compartilhamentos6,812 visualizações
Vídeos
1,655 compartilhamentos6,812 visualizações

Mega Bate-Papo com o Programador BR (feat. Igor Oliveira) // CDF Entrevista

Thais Cardoso de Mello - 14 de março de 2019

Batemos um papo muito divertido e informativo com o Igor Oliveira (do canal Programador BR).

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Mais publicações

World Wide Web completa 30 anos!
Notícias
13 visualizações
13 visualizações

World Wide Web completa 30 anos!

Carlos L. A. da Silva - 12 de março de 2019
Ada Lovelace: o cérebro que nunca morre
Artigos
134 visualizações1
134 visualizações1

Ada Lovelace: o cérebro que nunca morre

Carlos L. A. da Silva - 12 de março de 2019
Scrum // Dicionário do Programador
Vídeos
15 visualizações
15 visualizações

Scrum // Dicionário do Programador

Thais Cardoso de Mello - 11 de março de 2019