0 Compartilhamentos 618 Views

Ubisoft é criticada por não incluir personagens femininas em novo Assassin’s Creed

11 de junho de 2014

O próximo jogo da série Assassin’s Creed não permitirá que você jogue como uma personagem feminina porque, segundo a desenvolvedora do game, isso daria “o dobro do trabalho”. Em declarações ao site VideoGamer, o diretor técnico da Ubisoft, James Therien, disse que assassinas estavam na lista de recursos da empresa até pouco tempo atrás, mas foram cortadas por uma questão de “foco e produção”.

“Personagens femininas significam que você tem que refazer muita animação”, disse Therien, defendendo a exclusão, dizendo que “não era uma questão de filosofia ou de escolha”. Bruno St. Andre, da Ubisoft, estimou que uma assassina teria necessitado de mais de 8.000 animações recriadas em uma nova estrutura esquelética.

Assassins_Creed_5_unity

Assassin’s Creed: Unity se passa durante a Revolução Francesa, e permite aos jogadores participar de missões de cooperação com até quatro outros jogadores. Falando à Polygon, o diretor criativo Alex Amancio, disse que o personagem principal foi a razão pela qual a Ubisoft decidiu não incluir mulheres como personagens jogáveis: “O denominador comum era Arno”, disse Amâncio. “Não é como se pudéssemos cortar o nosso personagem principal, então a única opção lógica, a única opção que tínhamos, era cortar o avatar feminino”.

Alguns dos estúdios mais bem sucedidos do mundo têm recebido grandes críticas nos últimos anos por suas representações do gênero. A Rockstar Games justificou o fato de que nenhum dos três protagonistas de Grand Theft Auto V eram mulheres no ano passado porque “o conceito de ser masculino era muito fundamental para a história”, enquanto Chris Perna, diretor de arte de Gears of War, sugeriu em um momento semelhante que jogos com personagens principais femininas seriam “difíceis de justificar”, com base em números de vendas.

Carregando...

Você pode se interessar

Por que eu decidi não migrar para o Windows 11 agora
Artigos
74 visualizações
Artigos
74 visualizações

Por que eu decidi não migrar para o Windows 11 agora

Carlos L. A. da Silva - 19 de outubro de 2021

O novo sistema operacional da Microsoft está entre nós, mas talvez não seja uma boa ideia pular de cabeça.

Enumerando e analisando mais de 40 implementações de JavaScript (que não são V8)
Artigos
215 visualizações
Artigos
215 visualizações

Enumerando e analisando mais de 40 implementações de JavaScript (que não são V8)

Carlos L. A. da Silva - 6 de outubro de 2021

V8 é o interpretador JavaScript, também chamado de máquina virtual Javascript, desenvolvido pela Google e utilizado em seu navegador Google Chrome. Com o peso de seus criadores e a quase onipresença do navegador, foi apenas uma questão de tempo para essa implementação do JavaScritp se tornar dominante no mercado. Entretanto, um bom desenvolvedor sabe que […]

Sir Clive Sinclair, o homem adiantado no tempo
Artigos
394 visualizações
Artigos
394 visualizações

Sir Clive Sinclair, o homem adiantado no tempo

Carlos L. A. da Silva - 18 de setembro de 2021

O inglês Clive Marles Sinclair nasceu de uma família de engenheiros. Seu avô foi engenheiro, assim como o seu pai. Com um talento natural pela Matemática e um forte interesse em eletrônica, ele se tornaria uma página importante da popularização da computação em diversas partes do mundo, construindo um legado que se perpetuará por anos […]

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Mais publicações

A cibersegurança por trás das vacinas
Artigos
493 visualizações
493 visualizações

A cibersegurança por trás das vacinas

Carlos L. A. da Silva - 7 de setembro de 2021
Top 25 comandos do Git
Artigos
627 visualizações
627 visualizações

Top 25 comandos do Git

Carlos L. A. da Silva - 28 de agosto de 2021
Dez anos de Kotlin: origens e futuro
Artigos
681 visualizações
681 visualizações

Dez anos de Kotlin: origens e futuro

Carlos L. A. da Silva - 20 de agosto de 2021