4 Compartilhamentos 101 Views

Manifesto Ágil: Reality Check, a melhoria contínua do seu processo ágil

4 de abril de 2018

Você começará a desenvolver um novo produto. Ótimo! Você reúne um time de desenvolvimento notável para montar um MVP. Já que a ideia é sua, nada mais justo de se tornar o CEO dessa nova startup e, portanto, decidir as partes relacionadas ao negócio do produto (data de lançamento, segmentação de mercado, decisões de negócio e etc).

Você é quem decide estratégias de marketing e negócios, as datas de lançamento estão de acordo com os planos de competidores em potencial. Tudo parece estar bem planejado.

A primeira ação que você toma em relação ao desenvolvimento é dar início à fase de inception com seu time. Diz o que quer construir, eles dão feedbacks e fazem sugestões. Mudam-se algumas coisas de acordo com as novas opiniões e todos encontram um consenso sobre como o produto deve estar em cada data importante, e como o time deve começar o desenvolvimento. Perfeito até aqui.

Com tudo organizado, você decide deixar o time dar seus próprios passos e não microgerenciá-los. Você foca nas estratégias de negócio, enquanto o time trabalha no backlog do produto. Você até olha como as histórias estão sendo consumidas, mas já que decidiu se afastar, perdeu o contexto e isso não diz muito sobre andamento das entregas.

Após um mês, dois dias antes do primeiro lançamento, seu time informa que ainda há muitas features para desenvolver e que definitivamente não entregarão tudo até a data prevista. O que aconteceu?

Então, isso é algo comum. A área de negócios e a área técnica raramente trocam informações ao longo do processo de desenvolvimento. Geralmente, as duas começam com as mesmas ideias e mesmos planejamentos, mas divergem rapidamente.

O que nós da Plataformatec fazemos para evitar isso é realizar o que chamamos de cerimônia de Reality Check. Nós a realizamos sob demanda, toda vez que o time de desenvolvimento sente tem muito trabalho para fazer em um pequeno intervalo de tempo. Esse sentimento é captado nas reuniões diárias ou em retrospectivas. Tentamos então realizar a cerimônia o quanto antes para evitar cenas como a mencionada acima.

A cerimônia

Os participantes dessa cerimônia compreendem o time de desenvolvimento e os responsáveis pelo plano de negócios, como o próprio CEO, um Product Owner que sirva de proxy para a área de negócios, ou qualquer outra pessoa que possa influenciar os planos do projeto.

Antes da cerimônia, o facilitador cola, em uma parede ou quadro, post-its representando cada uma das histórias restantes para alcançar um certo deadline (poderia ser um novo lançamento ou apenas datas fixas).

Assim que a cerimônia começa, o time de desenvolvimento discute e explica cada uma das histórias que estão ali, destacando as dificuldades técnicas de implementá-las. A ideia é colocar todos na mesma página em relação ao andamento do projeto e informar o progresso a todos os stakeholders presentes.

Após a explicação e debate de todas as histórias, o facilitador dá a cada membro um papel no qual ele deverá escrever o quão confortável se sente em entregar o necessário até a próxima deadline. Geralmente usa-se um intervalo de 1-5 para facilitar a votação, no qual 5 é totalmente confortável e 1 é o totalmente desconfortável. Algumas vezes vemos que é necessário remover o elemento central do intervalo, reestruturando a votação de 1 a 4, pois muitas pessoas se prendem ao valor central (3 no caso 1-5).

Com os números mostrados ao mesmo tempo, para não enviesar uns aos outros, deixamos que as pessoas com os maiores e menores números expliquem suas visões sobre a possibilidade da entrega. Se a maioria continuar com o sentimento de que a entrega é improvável, a área de negócios deve intervir, (re)priorizar e cortar o backlog, ou ajustar o deadline.

Outra abordagem que seguimos é esta:

  • Colocamos uma coluna com o backlog priorizado;
  • Colocamos uma coluna para cada semana restante, até o deadline;
  • O grupo tenta encaixar as histórias dentro das semanas restantes;
  • Depois disso, a mesma votação com os intervalos de 1-4 ou 1-5 acontece para saber o quão confortáveis estão com o plano;
  • Se os votos são baixos, tentamos decidir ações para que os façam aumentar.

Conclusão

A ideia da cerimônia é aumentar a visibilidade do desenvolvimento do projeto para aqueles que não estão ali o tempo todo e, se necessário, desencadear mudanças no plano de negócios. Quanto mais rápido o feedback, mais fácil e indolor será pensar em uma solução. As duas abordagens apresentadas servem para mostrar que não existe uma regra de como realizar esta cerimônia. Se os objetivos forem cumpridos, você está fazendo do jeito certo!

 

 

Você pode se interessar

Promoções de Jogos do Final de Semana (19/10)
Notícias
6 visualizações
Notícias
6 visualizações

Promoções de Jogos do Final de Semana (19/10)

Carlos L. A. da Silva - 19 de outubro de 2018

Confira as melhores ofertas de jogos de PC para o final de semana.

Como funciona o SiteLock e por que seu site precisa desse serviço
Artigos
10 visualizações
Artigos
10 visualizações

Como funciona o SiteLock e por que seu site precisa desse serviço

Carlos L. A. da Silva - 18 de outubro de 2018

Segurança nunca é demais, mas não precisa ser nem algo complicado demais nem que exija muita demanda se você contratar o serviço certo.

Mercado Livre é a 7ª melhor empresa para se trabalhar no mundo 
Notícias
14 visualizações
Notícias
14 visualizações

Mercado Livre é a 7ª melhor empresa para se trabalhar no mundo 

Redação - 18 de outubro de 2018

A companhia está listada no ranking mundial do Great Place to Work, que analisou sete mil empresas para identificar as melhores segunda a avaliação de seus próprios colaboradores

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Mais publicações

Ambientes Back-End com Docker + VS Code // Mão no Código #3
Vídeos
1,655 compartilhamentos6,817 visualizações
1,655 compartilhamentos6,817 visualizações

Ambientes Back-End com Docker + VS Code // Mão no Código #3

Thais Cardoso de Mello - 18 de outubro de 2018
Manifesto Ágil: Melhorando o refinamento e a autonomia de times
Artigos
389 compartilhamentos7,556 visualizações
389 compartilhamentos7,556 visualizações
O adeus a Paul Allen
Artigos
16 visualizações
16 visualizações

O adeus a Paul Allen

Carlos L. A. da Silva - 17 de outubro de 2018
Bootstrap // Dicionário do Programador
Vídeos
1,655 compartilhamentos6,815 visualizações
1,655 compartilhamentos6,815 visualizações

Bootstrap // Dicionário do Programador

Thais Cardoso de Mello - 15 de outubro de 2018