0 Compartilhamentos 489 Views

Os 10 bugs mais bizarros dos jogos eletrônicos

Mass Effect: Andromeda foi lançado pela Bioware com um grande número de bugs que causaram muitas risadas na internet, mas bem menos entre seus jogadores.

A desenvolvedora Bioware já publicou uma atualização significativa do jogo que corrigiu, se não todos, uma boa parte dos problemas encontrados no lançamento, principalmente na qualidade das animações.

Mas o jogo é apenas o último exemplar de uma longa lista de títulos famosos que entraram para a História não apenas por seus méritos, mas também por conta de seus glitches bizarros. Nossa memória ainda está fresca com as falhas de Battlefield 1, Batman: Arkham Knight e Assassin’s Creed: Unity. Mas separamos aqui os dez mais bizarros para que você tenha uma ideia de que produzir um jogo nada mais é que um projeto de programação e todos nós sabemos que bugs acontecem a todo momento…

1) Pac-Man (1980)

Na teoria, Pac-Man deveria ser um jogo infinito, onde o jogador poderia continuar enfrentando novas telas enquanto tivesse pelo menos uma vida e a habilidade necessária para não perdê-la contra inimigos progressivamente mais velozes. Entretanto, um bug na 256ª tela tornava impossível passar da chamada kill screen: metade da área do jogo estava comprometida por falhas gráficas devido a um estouro de memória, impedindo o herói Pac-Man de consumir o número necessário de bolinhas para vencer a fase.

2) Super Mario Bros (1985)

Uma bizarra sequência de comandos no final do nível World 1-2 permite que o jogador atravesse um muro, descubra um novo cano e vá parar no Minus World, o infame mundo “-1” de Super Mario Bros. Na teoria, o mundo fantasma nada mais é que uma cópia quase exata do aquático World 7-2, exceto por um cruel detalhe: depois que se entra nele, não há saída. O cano no final do nível que deveria levar para outro mundo na verdade devolve o jogador para o início do Minus World, para repetir tudo de novo, até se esgotarem suas vidas.

3) Pokemon Red/Blue (1996)

Por muitos anos, os fãs especularam que MissingNo seria um Pokémon lendário, uma criatura intencionalmente criada para Pokémon Red/Blue para parecer com um bug. Mas, na verdade, ele é um bug mesmo. Ele surge quando o jogo tenta carregar uma criatura que não existe. Na ausência de dados sobre o Pokémon, ele exibia a imagem de erro e informações corrompidas. O resultado é que sua aparição invariavelmente levava a uma cascata de falhas no jogo que poderiam chegar até mesmo à destruição de save games

4) Tiger Woods PGA Tour ’08 (2008)

A edição de 2008 do jogo de golfe da EA Games que traz a figura do campeão Tiger Woods presente no título e na jogabilidade, trouxe também um bug que caiu na boca do povo: o golfista caminhava sobre as águas com toda a tranquilidade do mundo como se isso fosse normal. Woods pode ser um dos melhores golfistas de todos os tempos, mas não faz milagres. Ou será que faz? Provando ter espírito esportivo, a EA Games chamou Tiger Woods para gravar um vídeo promocional para a edição 2009 do jogo… onde ele aparece andando sobre as águas de um lago!

5) Red Dead Redemption (2010)

Apesar de ter arrancado elogios da crítica e ser um dos jogos mais importantes de sua geração, o faroeste da Rockstar tem uma certa fixação em misturar seres humanos e animais em seus bugs. Além da mulher-mula que nós vemos acima, há outros exemplos em suas pradarias, incluindo um homem-puma, pessoas-pássaro (possivelmente um dos glitches mais perturbadores da década) e o infame cachorro pistoleiro. Felizmente, nenhum destes problemas “quebra” o jogo. Não apenas a mulher-mula pode ser montada como o cachorro pistoleiro pode te acompanhar em uma missão!

6) Skate 3 (2010)

Houve uma época em que jogos de skate eram sinônimo de diversão, manobras insanas e trilha sonora para sacudir o esqueleto. Apenas a parte de sacudir o esqueleto continua valendo até hoje e os títulos que exploraram o esporte nos últimos anos se caracterizaram por dolorosas falhas que nunca deveriam acontecer no mundo real. Não assista o vídeo acima se você ama seus ossos ou se sabe muito bem o que é uma fratura.

7) The Elder Scrolls V: Skyrim (2011)

Hoje em dia com o devido distanciamento não é difícil encontrar quem afirme que o jogo da Bethesda é um dos melhores RPGs já produzidos, com seu vasto mundo aberto, seus gráficos de cair o queixo para a época e sua trilha sonora arrasadora. Mas, como todo mundo aberto ou todo jogo que tem um escopo muito grande, há bastante espaço também para bugs. Muitos e muitos bugs: de dragões desafiando todas as leis da física até coisas que desafiam a nossa própria sanidade.

8) The Sims 4 (2014)

Falando em desafiar a sanidade… por anos, os jogadores de The Sims aguardaram pela oportunidade de ampliar suas famílias virtuais com bebês. Como diz o ditado antigo, cuidado com o que você deseja. Por que a primeira implementação da EA Games do recurso estava mais próxima do “Bebê de Rosemary” do que exatamente o que os jogadores queriam. Glitches gráficos transformaram a experiência em um pesadelo sombrio. Mas, como também diz aquele outro ditado, quem pariu Mateus que o embale.

9) Madden NFL 15 (2015)

Lembra quando a EA Games levou na esportiva o bug de Tiger Woods? A empresa fez de novo com Madden NFL 15, o que prova que a produtora tem senso de humor (e que seus jogos tem bugs, mas, enfim…). Uma falha no jogo de futebol americano deixava o jogador Christian Kirksey, um gigante na vida real com 1,88m de altura, no tamanho de um ratinho, com alguns centímetros. O fenômeno não acontecia com nenhum outro jogador e a empresa usou o bug para criar um comercial pra lá de inusitado.

10) The Division (2016)

O jogo massivo multiplayer era uma das grandes apostas da Ubisoft e levou anos para chegar ao mercado. Os vídeos de divulgação prometiam um detalhado mundo aberto com gráficos de fritar a melhor placa de vídeo, mas o que os jogadores encontraram (além de filas para se autenticar nos servidores) foi uma pletora de bugs inacreditável para um título com tanto potencial. Reza a lenda que a Ubisoft corrigiu todos eles, mas o estrago na imagem já estava feito e The Division não atingiu a meta que pretendia.

Carregando...

Você pode se interessar

O que é o FLoC e como ele afeta sua privacidade na internet?
Artigos
130 visualizações
Artigos
130 visualizações

O que é o FLoC e como ele afeta sua privacidade na internet?

Carlos L. A. da Silva - 5 de maio de 2021

Federated Learning of Cohorts é uma API proposta pelo Google para substituir os cookies, mas ela também oferece problemas

Como planejar e construir um projeto de programação
Artigos
349 visualizações
Artigos
349 visualizações

Como planejar e construir um projeto de programação

Carlos L. A. da Silva - 19 de abril de 2021

O desenvolvedor full stack Peter Lynch revela seu método de preparação para qualquer projeto, de forma simples e direta para iniciantes e veteranos.

15 ferramentas de desenvolvimento para melhorar sua produtividade em 2021 sem gastar nada
Artigos
455 visualizações
Artigos
455 visualizações

15 ferramentas de desenvolvimento para melhorar sua produtividade em 2021 sem gastar nada

Carlos L. A. da Silva - 2 de abril de 2021

O cenário de desenvolvimento está em constante mudança e muitas vezes uma ferramenta nova pode agilizar muito seu trabalho.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Mais publicações

A tecnologia por trás do deep fake de Deep Nostalgia
Artigos
438 visualizações
438 visualizações

A tecnologia por trás do deep fake de Deep Nostalgia

Carlos L. A. da Silva - 22 de março de 2021
Como se tornar um Engenheiro DevOps em 2021
Artigos
409 visualizações
409 visualizações

Como se tornar um Engenheiro DevOps em 2021

Carlos L. A. da Silva - 1 de março de 2021
Seus dados vazaram. E agora?
Artigos
376 visualizações
376 visualizações

Seus dados vazaram. E agora?

Carlos L. A. da Silva - 19 de fevereiro de 2021