0 Compartilhamentos 117 Views

Unlimited Detail: a tecnologia do futuro?

10 de agosto de 2011

Unlimited Detail
Um único vídeo foi o suficiente para fazer com que gamers e desenvolvedoras voltassem suas atenções a um pequeno estúdio australiano. E não foi para menos, afinal, a proeza da Euclideon com o chamado Unlimited Detail promete revolucionar a criação de jogos e oferecer um salto grandioso na qualidade visual das futuras produções.
Porém, até o momento, a forma com que a tecnologia funciona continua um mistério, pois a própria empresa se nega a revelar o funcionamento da novidade, prometendo mais informações em breve. Isso não impediu, no entanto, que o presidente da companhia, Bruce Robert Dell, desse uma rápida explicação sobre o que pode ser o próximo passo da computação gráfica.

A essência da matéria: o átomo
Esqueça a Geometria e relembre a Física

Para entender o funcionamento da Unlimited Detail é preciso ter em mente que um polígono é uma pequena superfície usada para dar forma aos elementos de jogos. Como ainda é impossível criar algo perfeitamente redondo, os programadores usam diversas dessas estruturas para simular o efeito, sendo preciso uma quantidade maior de polígonos cada vez menores para que nosso olho consiga ver esse arredondamento. No entanto, isso é algo que exige muito processamento, o que torna o processo limitado.
É aí que está o grande segredo da tecnologia da Euclideon. Ela abandona o uso desse tipo de artifício para dar lugar aos átomos — polígonos tão pequenos que deixam de ser uma superfície para se transformarem em pontos. Assim como as partículas que você aprendeu nas aulas de Física, essas microestruturas se agrupam para dar forma aos elementos do jogo, criando uma espécie de nuvem.

Em comparação ao método de modelagem atual, esse aglomerado se difere exatamente por não ter de simular a curva do objeto, pois os átomos se organizam de forma que esse arredondamento aconteça de forma natural.
O milagre australiano
Como toda tecnologia, essa nuvem atômica tem seu preço. Por ser algo que realça os detalhes a níveis muito acima do padrão atual, é preciso um hardware incrivelmente potente para dar vida a tudo isso ao mesmo tempo. Existem vários estudos que tentam viabilizar esse recurso, mas nem todos conseguiram resultados satisfatórios. Exceto a Euclideon.
A empresa australiana não detalhou exatamente como o Unlimited Detail irá funcionar, mas explicou que não se trata de nenhum método conhecido — como Voxel ou Ray-Tracing —, mas de algo completamente novo.

Dell menciona o chamado search algorithm, uma forma de fazer com que a renderização aconteça somente nas áreas exibidas pela câmera. Isso permite que a memória do computador ou do console não seja sobrecarregada, pois o processamento é apenas de um número limitado de objetos, não do cenário por completo. O próprio presidente da Euclideon compara o funcionamento do recurso com a ferramenta de busca do Microsoft Word: pode haver dezenas de páginas escritas, mas ele irá exibir somente aquilo que você estiver procurando.

Com informações de TecMundo.

Você pode se interessar

50 anos de Unix e o Y2K38
Artigos
6 visualizações
Artigos
6 visualizações

50 anos de Unix e o Y2K38

Carlos L. A. da Silva - 21 de janeiro de 2020

Sistema operacional completou meio século em outubro passado, mas primeiro de janeiro de 2020 marcou uma data muito importante.

Promoções de Jogos do Final de Semana (17/01)
Notícias
13 visualizações
Notícias
13 visualizações

Promoções de Jogos do Final de Semana (17/01)

Carlos L. A. da Silva - 17 de janeiro de 2020

Confira as melhores ofertas de jogos de PC para o final de semana.

Dez habilidades essenciais para desenvolvedores em 2020
Artigos
15 visualizações
Artigos
15 visualizações

Dez habilidades essenciais para desenvolvedores em 2020

Carlos L. A. da Silva - 16 de janeiro de 2020

Amplie e aperfeiçoe seu arsenal de conhecimento com essas competências fundamentais.

Mais publicações

Promoções de Jogos do Final de Semana (10/01)
Notícias
21 visualizações
21 visualizações

Promoções de Jogos do Final de Semana (10/01)

Carlos L. A. da Silva - 10 de janeiro de 2020
A IA do Google derrubou o câncer de mama? Não exatamente
Artigos
22 visualizações
22 visualizações

A IA do Google derrubou o câncer de mama? Não exatamente

Carlos L. A. da Silva - 10 de janeiro de 2020
Mudanças no YouTube para conteúdo infantil já estão valendo
Notícias
23 visualizações
23 visualizações

Mudanças no YouTube para conteúdo infantil já estão valendo

Carlos L. A. da Silva - 7 de janeiro de 2020
Frameworks de servidor HTTP para Dart
Artigos
34 visualizações
34 visualizações

Frameworks de servidor HTTP para Dart

Carlos L. A. da Silva - 6 de janeiro de 2020