0 Compartilhamentos 213 Views

Donald Trump acusa Facebook de ser contra ele e Mark Zuckerberg rebate

28 de setembro de 2017

As redes sociais viraram uma arena nessa quarta-feira entre o Presidente dos Estados Unidos Donald Trump e o fundador e CEO do Facebook Mark Zuckerberg.

Pela manhã, o bilionário Republicano usou sua conta no Twitter para afirmar que o Facebook sempre foi contra ele, assim como os meios de comunicação, e a resposta veio horas depois na forma de uma postagem no Facebook assinada pelo próprio Zuckerberg contestando a declaração.

Segundo Trump, “o Facebook sempre foi anti-Trump. As redes sempre foram anti-Trump daí, notícias falsas, @nytimes (pediu desculpas) & @WaPo foram anti-Trump. Conspiração?”. O Presidente afirmou em seguida que, apesar disso, o povo foi Pró-Trump, garantindo a ele a vitória nas eleições do ano passado. O Republicano vem insistindo de longa data ser uma vítima de uma campanha negativa conduzida pelos grandes jornais, mas essa foi a primeira vez que colocou o Facebook entre seus desafetos.

Durante o processo eleitoral, ainda em Abril do ano passado, Zuckerberg discursou na abertura da conferência para desenvolvedores F8, citando indiretamente o então candidato Republicano: “eu escuto vozes temerosas pedindo pela construção de muros e a desaceleração da imigração. Ao invés de construir muros, nós deveríamos construir pontes. E ao invés de dividir as pessoas, nós deveríamos ajudar a reunir as pessoas”. O executivo também se posicionou contrário a decisões de Trump na crise da imigração, na saída do acordo climático e na revogação dos direitos dos Dreamers.

Ainda assim a acusação de que sua empresa seria inerentemente contra Donald Trump mobilizou Mark Zuckerberg, que usou o próprio Facebook para defender a plataforma. Em uma longa postagem, o executivo sustenta que o objetivo da rede social que fundou é “dar a todas as pessoas uma voz e criar uma plataforma para todas as ideias”.

Zuckerberg chega a reclamar que enfrenta críticas por todos os lados: “Trump diz que o Facebook é contra ele. Os liberais dizem que nós ajudamos Trump. Ambos os lados estão furiosos a respeito de ideias e conteúdo que eles não curtem. É assim que conduzir uma plataforma para todas as ideias funciona.” Ele também argumenta que o Facebook serviu como uma vitrine tanto para Democratas quanto para Republicanos durante as eleições.

Ele reconhece que as chamadas “notícias falsas” foram um problema maior do que ele imaginava e pediu desculpas por ter ignorado sua influência, mas voltou a reiterar que o impacto causado por elas foi menor que o uso positivo do Facebook ao “dar voz às pessoas, permitir que candidatos se comunicassem diretamente com elas e ajudam milhões de pessoas a votar”.

Você pode se interessar

Skynet é real e é chinesa
Artigos
8 visualizações
Artigos
8 visualizações

Skynet é real e é chinesa

Carlos L. A. da Silva - 10 de dezembro de 2019

Cerca de 200 milhões de câmeras de vigilância estão em operação nesse momento no país, ligadas a uma rede do governo batizada como Skynet.

Promoções de Jogos do Final de Semana (06/12)
Notícias
16 visualizações
Notícias
16 visualizações

Promoções de Jogos do Final de Semana (06/12)

Carlos L. A. da Silva - 6 de dezembro de 2019

Confira as melhores ofertas de jogos de PC para o final de semana.

Como bloquear trolls no Twitter em larga escala
Dicas
18 visualizações
Dicas
18 visualizações

Como bloquear trolls no Twitter em larga escala

Carlos L. A. da Silva - 4 de dezembro de 2019

Ninguém está livre de cair na mira de uma horda virtual e saber se defender é fundamental.

Mais publicações

Como aproveitar ao máximo a Área de Transferência do Windows 10
Dicas
19 visualizações
19 visualizações

Como aproveitar ao máximo a Área de Transferência do Windows 10

Carlos L. A. da Silva - 28 de novembro de 2019
Tudo que você precisa saber sobre o USB4
Artigos
46 visualizações
46 visualizações

Tudo que você precisa saber sobre o USB4

Carlos L. A. da Silva - 25 de novembro de 2019