0 Compartilhamentos 36 Views

Revisitando 2017

18 de dezembro de 2017

Quando todo mundo pensava que 2016 tinha sido um ano difícil, 2017 chegou para sacudir todo mundo: escândalos, brigas com o Presidente dos Estados Unidos, mudanças bruscas e trocas de comando afetaram as empresas de tecnologia esse ano.

Enquanto isso, nós usuários precisávamos nos desviar de vulnerabilidades, epidemias de ransomware, vazamentos de dados e as ameaça perenes das Inteligências Artificiais e do fim da neutralidade na rede.

Que montanha-russa! Confira os principais fatos de 2017 e torçamos por um 2018 melhor!

Janeiro

O novo logo da Fundação Mozilla não causou a repercussão esperada, porém a mudança era apenas o pontapé inicial de uma nova investida para reconquistar a internet…

Acontecimentos de 2016 tiveram seus desdobramentos em Janeiro desse ano, quando as autoridades norte-americanas inocentaram a Tesla da culpa do primeiro acidente fatal com um veículo de auto-condução e quando a Samsung finalmente revelou em relatório o que deu errado com o explosivo Galaxy Note 7.

Enquanto isso, o brasileiro Hugo Barra saiu do cargo de Vice-Presidente da Xiaomi para comandar a divisão de Realidade Virtual do Facebook. Também da China, veio o Meitu. Lembra? O aplicativo foi febre, mas esteve no centro de uma polêmica de privacidade.

Mark Zuckerberg: “Nós somos uma nação de imigrantes”.

Nos Estados Unidos, Donald Trump e Uber enfrentaram suas primeiras crises do ano. As gigantes da tecnologia criticaram duramente o banimento de imigrantes no país e sobrou até pro Uber.

Fevereiro

Esse foi o mês dos tribunais: Fevereiro abriu com a ZeniMax vencendo a Oculus na Justiça para ser indenizada em meio bilhão de dólares, enquanto fechou com a Waymo indicando o Uber para o banco dos réus. Nos dois casos, violação de patentes foi a acusação.

O Twitter anunciou mudanças para reprimir o abuso na plataforma, mas o ano ainda chegaria o fim sem ver o problema resolvido. O YouTube também teria um ano difícil: PewDiePie teve anúncios suspensos em uma resposta das empresas de publicidade e do próprio YouTube contra conteúdo ofensivo.

Susan Fowler: “para cada mulher se perguntando se ela deveria se apresentar e compartilhar sua história: o mundo está ouvindo, o mundo está pronto. Você merece a justiça”.

A bruxa estava solta também para o lado da Samsung e do Uber: enquanto o gigante sul-coreano viu seu comandante atrás das grades, a empresa de transportes se veria no centro de mais um escândalo, que acabaria custando a cabeça de seu líder também.

Pela primeira vez na História, a Microsoft adiou em um mês sua Patch Tuesday. Era o prenuncio de que uma ameaça de segurança muito grande estava a caminho.

Março

O mês abriu com a Amazon derrubando diversos serviços da internet inteira após uma falha em sua plataforma de nuvem. No Brasil, a gigante varejista ainda comprou uma briga com o prefeito de São Paulo, que se estendeu por dias.

João Dória: “existem várias formas da Amazon ter uma postura cidadã autêntica e não oportunista”.

A Snap tinha motivos de sobra para comemorar sua estreia na Bolsa de Valores, sem saber que a situação reverteria ao longo do ano. Enquanto isso, o Bitcoin ultrapassou o ouro pela primeira vez: era o início de uma arrancada meteórica que ainda está em andamento.

No mundo dos jogos, a Nintendo lançou o console Switch, um dos maiores sucessos do ano, celebrado até pelas concorrentes.

SBT, Rede TV e Record começaram um longo atrito com as operadoras de TV por assinatura, chegando a sair dos pacotes de instalação.

Palmer Luckey foi mandado embora da Oculus, empresa que ajudou a fundar. Envolta em polêmicas, sua demissão nunca foi explicada completamente.

Abril

Um ano em que o Primeiro de Abril cai em um sábado não está para brincadeiras, mas as empresas de tecnologia bem que tentaram fazer uma graça na data.

Notícias falsas continuaram sendo um dos tópicos mais relevantes de 2017 e em Abril o Facebook tomou medidas para educar os usuários e o Google começou a sinalizar boatos nos resultados de busca.

O mês infelizmente foi marcado por uma tragédia: o primeiro assassinato transmitido ao vivo pelo Facebook Live. Robert Godwin tinha 74 anos e foi escolhido ao acaso na rua para morrer. Seu assassino cometeria suicídio um dia depois, após perseguição policial.

Manifesto: “sem a neutralidade da rede, os incumbentes que oferecem acesso à internet serão capazes de escolher vencedores e perdedores no mercado”.

A batalha da neutralidade da rede voltou a esquentar nos Estados Unidos, com mais de 800 startups assinando um manifesto para pressionar a Comissão Federal de Comunicações para manter a regulação já existente desde o governo Obama.

Maio

Comemorando seus 12 anos de atividade, o YouTube reformulou seu site na web com um novo visual baseado no Material Design. Enquanto isso, em outra plataforma, um tuíte meio que de brincadeira quebrou o recorde da mensagem mais popular do Twitter.

Carter Wilkerson: “e aí, Wendy’s, quantos retuítes por um ano de nuggets de frango gratuitos?”

E Maio foi um mês estranho para a Microsoft: não apenas a empresa anunciou que Ubuntu, Suse e Fedora estariam disponíveis na Windows Store como também revelou que todo o código-fonte do Windows seria movido para o Git. Quem te viu e quem te vê…

Mas o mês foi dominado pela “Bomba Atômica dos Ransomwares“. O vírus WannaCrypt (ou WannaCry) sacudiu o mundo, derrubou sistemas e revelou falhas graves em nossas estratégias de segurança. Tudo isso para render uma mixaria para seus criadores.

O Google anunciou que Kotlin passaria a se tornar uma linguagem oficial de desenvolvimento da plataforma Android e comemorou a vitória esmagadora de sua Inteligência Artificial contra o campeão mundial de Go.

Junho

O YouTube baniu anúncios publicitários em uma grande quantidade de vídeos e canais, na tentativa de fazer uma limpeza na plataforma. Mas não deu muito certo.

Donald Trump teve um novo atrito com os gigantes de tecnologia, após remover os Estados Unidos dos acordos climáticos de Paris.

Para o Uber, esse foi o mês mais crítico do ano: depois de demitir 20 executivos associados ao escândalo de assédio sexual e cultura tóxica, a empresa perdeu seu CEO e fundador Travis Kalanick.

Travis Kalanick: “eu aceitei a requisição dos investidores para me afastar de forma que o Uber possa retomar seu crescimento”.

Junho também foi o mês da E3 2017, com muitos, muitos anúncios de jogos de todas as produtoras. Segundo o YouTube, quem “venceu” o coração dos jogadores foi a Nintendo

No mundo da segurança, o Petya/NotPetya deu um susto e quase repetiu a catástrofe do WannaCry. Enquanto isso, o FBI fechava o cerco contra a Kaspersky nos EUA.

No Brasil, Record, Rede TV e SBT fizeram as pazes com as operadoras de TV por assinatura.

Julho

Passada a euforia inicial, as ações da Snap despencaram para um patamar abaixo do valor de lançamento, quatro meses depois. Enquanto isso, empresas de tecnologia se mobilizaram na Batalha pela Internet, em favor da neutralidade da rede. As gigantes também entrariam em uma terceira briga com Donald Trump

O Orkut pode ter sido varrido da existência em Maio, mas ainda deu o que falar entre os brasileiros com uma suposta “reencarnação” da rede social. No Brasil, também estreava o “Uber para helicópteros”, em São Paulo.

Elon Musk voltou a afirmar que as Inteligências Artificiais são “o maior de todos os riscos que nós encaramos enquanto civilização” e chegou até a bater boca online com Mark Zuckerberg sobre o tema.

Elon Musk: “se você não está preocupado a respeito de segurança de Inteligências Artificiais, você deveria”.

No mundo do entretenimento, “Despacito” quebrou recordes de streaming enquanto Pokémon Go se tornou vítima do seu próprio sucesso na festa de seu aniversário.

Agosto

O YouTube inaugurou o Space Rio no início do mês, um complexo cinematográfico na capital carioca com 3000 metros quadrados. E a gente esteve na festa de inauguração!

O Google se envolveu em uma polêmica sobre a diversidade a partir de um manifesto publicado por um de seus engenheiros. James Damore acabou demitido da empresa e se declarou perseguido por suas opiniões.

Manifestações extremistas nos Estados Unidos levaram ao tuíte mais curtido de todos os tempos, postado por Barack Obama. Os eventos em Charlottesville mobilizaram também gigantes da tecnologia, incluindo Mark Zuckerberg, que condenou a sociedade dividida.

Barack Obama (citando Nelson Mandela): “ninguém nasce odiando outra pessoa por causa da cor de sua pele ou suas origens ou sua religião…”.

Para apagar o fiasco anterior, a Samsung lançou o Galaxy Note 8 com sucesso.

E a primeira hashtag completou dez anos de existência!

Passada a turbulência, no finalzinho de Agosto, Dara Khosrowshahi se torna o novo CEO do Uber, com a missão de limpar a imagem da empresa.

Setembro

Quem sabe faz ao vivo e o Skype incorporou uma ferramenta para programadores demonstrarem suas habilidades em entrevistas de emprego.

A Avast alertou: crianças e jovens brasileiros estão expostos a conteúdos inadequados em dispositivos móveis. Era o aviso para um escândalo que estava se armando…

Pela quarta vez no ano, gigantes da tecnologia se posicionaram contra outra decisão de Donald Trump… enquanto isso, o povo norte-americano se chocou com o vazamento maciço de dados da Equifax.

A Apple celebrou o décimo aniversário do iPhone original! E lembrou Steve Jobs…

Tim Cook: “Steve significava muito para mim, e muito para todos nós. Não há um dia em que não pensemos nele”.

Nos EUA, a Kaspersky foi banida de todos os órgãos do governo, por suspeita de espionagem russa. No Brasil, a empresa se tornou fornecedora oficial das Forças Armadas.

Segurança? Em Setembro, o Ccleaner foi comprometido por hackers e donos de sites começaram a minerar moedas virtuais usando a CPU de seus visitantes

Outubro

Um ano depois, as investigações sobre a influência russa nas eleições presidenciais dos EUA revelaram que 97 milhões de norte-americanos foram alcançados no Facebook, assim como também houve interferência no Google, no Twitter e no YouTube. Em um mês de revelações, descobriu-se também que todas foram vazadas em 2013 as contas do Yahoo.

Mark Zuckerberg usou Realidade Virtual para uma transmissão “ao vivo” da catástrofe em Porto Rico e o caso repercutiu muito mal.

Mais uma vez, o Twitter se viu no centro de uma controvérsia e seu CEO Jack Dorsey voltou a prometer que iria melhorar o combate ao abuso na plataforma.

A primeira batalha entre robôs gigantes da História da humanidade finalmente aconteceu!

A Amazon brasileira começou a vender produtos eletrônicos, mas não da forma que os consumidores esperavam e o Proteste desaprovou a loja.

O novo CEO do Uber veio ao Brasil para acompanhar votação de Projeto de Lei

Dara Khosrowshahi: “nosso objetivo é tornar o transporte disponível e barato em todos os lugares e isso é algo que todas as cidades também querem”.

Novembro

,,, e o Projeto de Lei foi aprovado, mas com mudanças que não prejudicam os serviços de transporte por aplicativo. Mas o Uber ainda teria outra dor de cabeça em Novembro: a revelação tardia de um vazamento maciço de dados.

A Broadcom ofereceu 130 bilhões de dólares pela rival Qualcomm, a maior oferta de compra da História… e a Qualcomm recusou! Enquanto isso, AMD e Intel juntaram forças pela primeira vez.

O Twitter duplicou seu famoso limite de caracteres! E a Mozilla lançou o Firefox Quantum, sua maior aposta para reconquistar o mercado de navegadores.

O #Elsagate estourou e o YouTube tentou resolver o escândalo. Mas acabou causando mais problemas e os anunciantes voltaram a boicotar a plataforma assim mesmo.

Ajit Pai: “o interesse real desses gigantes da internet é o uso do processo regulatório para consolidar seu domínio na economia da internet”.

Gigantes de tecnologia voltaram a protestar contra o fim da neutralidade da rede nos EUA e o diretor do FCC rebateu as críticas.

Dezembro

O Bitcoin fecha o ano nas principais manchetes: por um lado, ganhadores do Nobel de Economia criticam a moeda virtual, do outro lado, a entrada de novos investidores faz o preço disparar com velocidade meteórica.

Joseph Stiglitz: “a verdadeira razão pela qual as pessoas querem uma moeda alternativa é participar de atividades ilícitas”.

Enquanto isso, o Facebook lança uma versão do Messenger focada no público infantil nos Estados Unidos.

Por aqui, há sinais de que as operadoras de internet também estariam interessadas no fim da neutralidade da rede no Brasil.

Bem a tempo para o Natal, o Xbox One X começa a ser comercializado nas lojas brasileiras. Mas o preço…

Você pode se interessar

Promoções de Jogos do Final de Semana (20/07)
Notícias
5 visualizações
Notícias
5 visualizações

Promoções de Jogos do Final de Semana (20/07)

Carlos L. A. da Silva - 20 de julho de 2018

Confira as melhores ofertas de jogos de PC para o final de semana.

A história do WASD como padrão nos jogos de PC
Artigos
8 visualizações
Artigos
8 visualizações

A história do WASD como padrão nos jogos de PC

Carlos L. A. da Silva - 19 de julho de 2018

Se você joga no computador, é quase certo que as teclas W, A, S e D do seu teclado estão gastas nesse momento. Mas como essa estranha combinação se tornou o padrão da indústria?

Chega no Brasil a Canon DSLR EOS 77D a câmera com autofoco rápido e preciso
Notícias
6 visualizações
Notícias
6 visualizações

Chega no Brasil a Canon DSLR EOS 77D a câmera com autofoco rápido e preciso

Redação - 19 de julho de 2018

A Canon acaba de lançar no Brasil a novíssima câmera DSLR EOS 77D, que representa uma nova categoria de câmeras para fotógrafos amadores/avançados.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Mais publicações

Como reiniciar sua placa de vídeo sem reiniciar o Windows
Dicas
6 visualizações
6 visualizações

Como reiniciar sua placa de vídeo sem reiniciar o Windows

Carlos L. A. da Silva - 19 de julho de 2018
7 golpes de engenharia social que você precisa evitar
Artigos
12 visualizações
12 visualizações

7 golpes de engenharia social que você precisa evitar

Carlos L. A. da Silva - 16 de julho de 2018
Promoções de Jogos do Final de Semana (13/07)
Notícias
12 visualizações
12 visualizações

Promoções de Jogos do Final de Semana (13/07)

Carlos L. A. da Silva - 13 de julho de 2018
Criando sites com facilidade
Artigos
25 visualizações
25 visualizações

Criando sites com facilidade

Carlos L. A. da Silva - 13 de julho de 2018